23 Maio 2024, Quinta-feira

- PUB -
Artista urbano Smile estreia-se na vila sesimbrense com mural alusivo à mobilidade

Artista urbano Smile estreia-se na vila sesimbrense com mural alusivo à mobilidade

Artista urbano Smile estreia-se na vila sesimbrense com mural alusivo à mobilidade

O novo mural junto ao terminal rodoviário de Sesimbra tem a assinatura de Ivo Santos, mais conhecido por Smile, o artista de arte urbana que tem vindo a realizar na região da Arrábida vários trabalhos que se tornam pontos de paragem obrigatória.

Tendo como tema o lançamento dos novos autocarros da Carris Metropolitana aliado à mobilidade sustentável, esta obra, a pedido da Câmara Municipal, marca a sua estreia em Sesimbra mas não será experiência isolada no concelho.

- PUB -

“Esta pintura surgiu de uma forma super inesperada. Estávamos numa reunião a analisar um outro mural que irei fazer e de repente este passou para primeiro lugar, tendo uma certa urgência por marcar o lançamento dos novos autocarros aliado à mobilidade sustentável”, começa por contar Smile a O SETUBALENSE, adiantando que foi precisamente esse o ponto de partida para a criação.

“Utilizarmos cada vez mais os transportes públicos será certamente um grande passo para o ambiente e por isso decidi colocar uma mão de uma criança a segurar num carrinho, que neste caso é uma representação de um dos autocarros, como se estivesse a dizer que o futuro está nas mãos das crianças. Elas são o futuro”, continua.

Para além da mão a segurar o autocarro, e do fundo amarelo, cujo tom o artista tentou que “fosse o mais parecido ao dos autocarros em circulação”, o trabalho inclui outros elementos relacionados com os temas Sesimbra e mobilidade: alguns pontos do mapa pertencentes à rede local de transportes rodoviários, “os números 3220 e 3218 são carreiras que os sesimbrenses já conhecem e as setas em movimento circular representam os percursos dos mesmos”, explica.

- PUB -

O maior mural de Sesimbra e o mais alto da carreira de Smile
O artista de graffiti, fine art e foto-realismo reconhece a arte urbana existente na vila sesimbrense como “bastante agradável, com várias peças para se visitar. Este meu mural, sendo o maior de Sesimbra e também o mais alto que já fiz, será mais um ponto nesse roteiro e um grande passo para mim enquanto artista”.

Atendendo a estas características, sente “ter uma grande responsabilidade para que a mensagem seja passada com clareza” mas acredita que vai conseguir, não esquecendo os desafios que foram surgindo desde que iniciou os trabalhos a 15 de Junho.

“Cada mural é um mural. Pintar com sol directo ou à sombra não é a mesma coisa, ao pintar com vento há que estudar a direcção em que está e esperar que no dia a seguir não mude”, partilha. “Há uma série de factores com que tenho de ir jogando à medida que vou pintando e isso trouxe-me desafios, o que é sempre bom. Adoro superar desafios e deixar mais um pedaço de mim nesta vila piscatória é motivo de orgulho”, afirma.

- PUB -

No que diz respeito a feedback recebido por parte dos sesimbrenses, “é complicado ainda ter uma noção. Estou a pintar a mais de 25 metros, num local de muita passagem. As pessoas que me vêem em cima quando desço já são outras mas claro que já tenho os meus ‘amigos’ assíduos e que agradecem pelo que estou a fazer”, conclui.

Partilhe esta notícia
- PUB -

Notícias Relacionadas

- PUB -
- PUB -