3 Março 2024, Domingo
- PUB -
InícioLocalSesimbraContributos para a mobilidade na freguesia da Quinta do Conde ‘fecham’ no...

Contributos para a mobilidade na freguesia da Quinta do Conde ‘fecham’ no final de Dezembro

Autarquia desafia população a avançar com propostas para resolver o actual modelo de circulação interna e externa da vila

- PUB -

Até ao fim de Dezembro ainda será possível propor soluções e dar contributos para o Plano de Mobilidade Urbana Sustentável (PMUS) da Quinta do Conde através do formulário online, disponível na página da autarquia.

Este plano, que foi apresentado em Outubro, contempla várias propostas para resolver o actual modelo de mobilidade urbana na freguesia, ao nível da circulação interna e externa, dotando a vila “com ruas onde se vai, em segurança, a pé ou de bicicleta até à escola, ao centro de saúde, ao mercado ou ao jardim”, refere a Câmara de Sesimbra que desafia a população, e não só, à participação, para este documento.

“Depois da Caracterização e Diagnóstico, estamos no momento de desenvolvimento da Estratégia de Intervenção, que contempla a participação da comunidade”, indica a autarquia. Após esta fase, “será elaborada a versão final do plano”, e é aqui que contam os contributos da população.

- PUB -

O PMUS da Quinta do Conde, que já teve duas apresentações públicas, na sede da Junta de Freguesia e na Escola Básica n.º 2 do Polo do Conde 2, contempla várias propostas para “melhorar a qualidade de vida de quem reside na freguesia mais jovem do concelho”. O objectivo, é criar “mais vias pedonais e cicláveis”, ter “ruas pensadas para os peões, melhor acesso aos transportes públicos, uma rede viária mais segura e hierarquizada e várias medidas para gestão do estacionamento e logística urbana”.

Ou seja, desenvolver um novo modelo de mobilidade urbana que permita que, “em 15 minutos”, as pessoas “cheguem aos principais serviços e equipamentos públicos, onde os carros dão lugar aos peões e onde se respira e vive melhor, com menos poluição e mais áreas verdes”.

A equipa responsável pela execução do PMUS é composta por técnicos municipais e a empresa especializada em mobilidade MPT que começou por fazer o diagnóstico para perceber como se movem as pessoas na freguesia.

- PUB -

Pode ler-se na proposta do PMUS publicada na página da autarquia que, os dados referentes a 2021, reportam que “60% das deslocações são realizadas de automóvel, 24% em transporte público e 15% a pé”. São também apresentadas propostas entre a realidade actual ao nível de ocupação do território e circulação e o que se pretende no futuro.

“O envolvimento das pessoas na elaboração deste documento estratégico e estruturante para a vila da Quinta do Conde é fundamental”, reforça a Câmara de Sesimbra.

 

- PUB -

Mais populares

Homem encontrado morto em casa no centro de Setúbal [Actualizada]

Cadáver de José, de 66 anos, foi transportado para a morgue do Hospital de São Bernardo para realizar autópsia

PJ investiga cadáver encontrado no interior de uma viatura em Setúbal

Populares alertaram as autoridades pelas 22h30. Homem, de 57 anos, terá morrido por causas naturais

Pedro Catarino já é goleador-mor dos sadinos na 1.ª Divisão da AF Setúbal

Com cinco golos no Vitória B, avançado do plantel principal volta a ser decisivo
- PUB -