15 Abril 2024, Segunda-feira
- PUB -
InícioLocalSesimbraFeira Festa imparável até domingo termina com Mara e fogo-de-artifício

Feira Festa imparável até domingo termina com Mara e fogo-de-artifício

Em cima da mesa está a possibilidade de vir a alargar a área de implantação da festa mas este ano ainda não foi possível

- PUB -

A Feira Festa, uma das grandes realizações populares da Quinta do Conde, e do concelho de Sesimbra, ainda desafia à animação entre hoje e 11 de Junho. No que toca a actuações musicais, esta quarta-feira o palco é do artista da world music, Kássio e, na quinta-feira, também à noite, é para ouvir Xana Carvalho.

A festa continua dia 9 com Micaela, no sábado o espectáculo é de Carolina de Deus e, a fechar o programa, na noite de 11, no recinto da festa vai estar Mara, e segue-se fogo-de-artifício.

Para João Narciso, presidente da Assembleia Municipal de Sesimbra, a Feira Festa proporciona “coesão territorial” e além de atrair a população de Sesimbra, chama também “as gentes de Azeitão, Setúbal, Barreiro e Seixal”.

- PUB -

Ainda na apresentação do cartaz da iniciativa, que aconteceu no início deste mês, o presidente da Câmara de Sesimbra, Francisco Jesus, adiantava que existe a necessidade de “expansão da festa”, já que, segundo Sérgio Marcelino, presidente da comissão organizadora, foi necessário “negar stands” a algumas empresas e entidades do concelho por “falta de espaço”.

No entanto, este ano o aumento da área de recepção do certame foi impossibilitado por os proprietários dos terrenos adjacentes “não querem negociar a cedência e a compra” daqueles espaços.

“As vezes as pessoas perguntam porque temos bancas na estrada e não nos lotes que estão vazios. A verdade é que são espaços privados e, em situações anteriores, os terrenos foram ocupados com stands e a autarquia teve de pagar uma indemnização aos proprietários”, revelou Francisco Jesus.

- PUB -

Mais populares

José Mourinho: “Dá-me prazer que as pessoas conheçam as minhas origens”

Técnico sadino em Setúbal para gravar com a Adidas e “mostrar ao mundo” a cidade onde nasceu e cresceu

Desaparecido no mar esteve no sábado à pesca de choco no Sado

Ricardo Neves esteve no dia anterior à tragédia em embarcação turística. Mestre de embarcação critica quem se aventura na zona do naufrágio

Lisnave distribui mais de três milhões de euros pelos trabalhadores

Prémio é justificado com resultado obtido no ano passado, descrito o "melhor desempenho de sempre"
- PUB -