27 Junho 2022, Segunda-feira
- PUB -
InícioLocalSesimbraArtesanalPesca investe milhão e meio na instalação de nova linha de congelação

ArtesanalPesca investe milhão e meio na instalação de nova linha de congelação

Organização de pescadores armadores ambiciona expandir organização até aos portos de Sines, Peniche e Algarve

 

- PUB -

A ArtesanalPesca, cooperativa de armadores de pesca formada em 1986, em Sesimbra, investiu cerca de 1,5 milhões de euros na instalação de uma nova linha de congelação, criada com o objectivo de ‘segurar’ novas adesões de embarcações.

A O SETUBALENSE, Carlos Macedo, administrador da cooperativa, revelou ter ‘os olhos postos’ no futuro, pelo que está a ser feito um esforço para integrar a ArtesanalPesca noutros portos além do de Sesimbra, como o de Sines, Peniche e Algarve.

Sobre a covid-19 e do conflito bélico na Ucrânia, o responsável destacou “a resiliência dos operadores do sector primário”, uma vez que estas lhes “conferem a capacidade de se adequar a quase todas as dificuldades que lhes são criadas”. A guerra entre a Rússia e a Ucrânia tem, inclusive, vindo a limitar a operação dos barcos de pesca, criando uma dificuldade em fazer face aos custos fixos da operação.

- PUB -

Actualmente, a ArtesanalPesca conta com mais de 60 funcionários, em postos de trabalho directos, e congrega cerca de quatro dezenas de pescadores em embarcações associadas. Já os associados da cooperativa dedicam-se exclusivamente à pesca artesanal. Mesmo com todas as dificuldades, a cooperativa mantém-se em crescimento constante. Ao longo dos últimos anos realizou um investimento superior a dez milhões de euros, valor utilizado em infra-estruturas físicas. Hoje, a ArtesanalPesca é a fábrica com maior capacidade de congelação de espécies pelágicas do País.

De acordo com Carlos Macedo, a organização tem tudo para “seguir o caminho certo”. “Se existir quem acredite nesta visão não teremos problema em recebê-lo no seio da organização”, que “procura alargar a sua estratégia de comercialização a outras espécies e a outras artes de pesca artesanais portuguesas”.

A valorização dos produtos do mar, de forma a dignificar os pescadores artesanais e garantir a sustentabilidade dos recursos, é um dos principais objectivos da cooperativa. Quanto ao número de embarcações, a organização conta com 16 dedicadas à pesca do peixe-espada preto em Portugal Continental, sendo que dezena e meia é associada da ArtesanalPesca.

- PUB -

Os 15 referidos são responsáveis por mais de 90% das capturas desta espécie em Portugal Continental. Contam também com vinte embarcações dedicadas à pesca do polvo e sete embarcações dedicadas à pesca de sardinha, cavala e carapau.

Forma de captura e comércio justo marcam diferença

A ArtesanalPesca comercializa directamente o pescado capturado pelos barcos dos seus membros. De acordo com a informação disponível no site da organização, “a união e a centralização das suas capturas permite um posicionamento no mercado, uma escala e segurança na defesa dos armadores e pescadores que, de outra forma, seria difícil obter”. Esta prática elimina intermediários, tornando a cadeia de comercialização mais curta.

Esta organização é reconhecida pela captura de peixe-espada preto, mas também tem membros que recorrem a outras artes de pesca artesanal. Assumem maior relevo os que se dirigem a espécies como a sardinha, carapau, cavala ou o polvo.

Comentários

- PUB -

Mais populares

“Queremos ser uma das maiores potências desportivas do distrito de Setúbal”

Tiago Fernandes, presidente do Juventude Sarilhense

Avó e mãe de Jéssica cantaram em programa da TVI enquanto menina estava sequestrada

Família materna da vítima marcou presença em caravana de “Uma Canção Para Ti” na véspera da morte da criança

Menina de três anos morre em caso suspeito de maus tratos pela ama

Criança apresentava ferimentos na boca e nariz e hematomas no corpo. Ama disse que tinha caído de uma cadeira no dia anterior
- PUB -