16 Maio 2022, Segunda-feira
- PUB -
InícioLocalSesimbraGrupo Desportivo de Alfarim recebe torneio nacional de Karaté Shukokai

Grupo Desportivo de Alfarim recebe torneio nacional de Karaté Shukokai

Associação portuguesa da modalidade conta com o apoio do clube sesimbrense para o evento

 

- PUB -

Nos próximos dias 14 e 15 de Maio, a Associação Portuguesa de Karaté Shukokai (APKS) realiza o seu torneio nacional de Karaté em Alfarim, com o apoio do clube local, o Grupo Desportivo de Alfarim.

“Por norma, no mês de Setembro, todos os instrutores da APKS enviam uma proposta de realização de eventos. Em 2019, realizei um campeonato e este ano obtive resposta por parte da associação para que fosse eu novamente a organizar o Torneio de Portugal APKS 2022, desta vez em Alfarim, um dos locais onde dou aulas”, começa por dizer Ana Fernandes, instrutora da APKS e organizadora do evento, a O SETUBALENSE.

“O Grupo Desportivo de Alfarim tem um pavilhão enorme que consegue acolher um grande número de atletas e os seus respectivos treinadores, pedi autorização ao clube, avaliámos disponibilidades e desde cedo responderam positivamente”, adianta.

- PUB -

No que diz respeito à organização do próprio torneio, este divide-se entre “atletas que vão participar em dois parâmetros: em katas, uma coreografia de todas as técnicas de karaté apresentada aos árbitros, no tatami, que posteriormente pontuam aquele que tem uma técnica e uma eficácia maior entre os dois, e em kumite, uma luta entre dois atletas com recurso a técnicas aprendidas, mais abrangente e mais adequada e conhecida a nível desportivo”.

Neste tipo de competição, participam habitualmente entre 120 a 150 atletas, com idades a partir dos dez anos até aos seniores, “à idade que quiserem continuar a participar. Tenho atletas com 30 e 40 anos que participam”.

Sobre o que representa este encontro, Ana Fernandes refere que “nos tempos complicados que temos vivido a organização deste evento reveste-se de elevada importância para os seus participantes, respectivas famílias e comunidade local pois virão atletas de todo o país com capacidade de dinamizar com relevância a economia local”, para depois acrescentar que “é sempre uma boa adrenalina e depois de tanto tempo parados podemos voltar a pisar os tatamis e reencontrar colegas, por mais adversários que sejam são colegas, mostrando o trabalho que os nossos treinadores fazem no nosso dia-a-dia, não apenas no karaté tradicional mas também no karaté desportivo”.

- PUB -

Neste sentido, Ana Fernandes destaca o mestre Marcelo Azevedo enquanto “o nosso pilar, que nos orienta em vários eventos e é o nosso maior líder a nível de Portugal no nosso estilo. Há vários estilos de karaté e considero que é sempre bom realçar o trabalho que ele tem vindo a demonstrar, reconhecido a nível nacional e internacional, tanto no nosso estilo como nos outros estilos também”.

Comentários

- PUB -

Mais populares

Igor Khashin e Yulia Khashina: “O nosso trabalho de 20 anos foi destruído num dia”

Casal russo que está no centro da polémica com o acolhimento de refugiados ucranianos em Setúbal responde a todas as perguntas

“A Judiciária que investigue, não temos nada a esconder”

Igor Khashin e Yulia Khashina falam pela primeira vez após o inicio da polémica

Matias Damásio a abrir com The Gift pelo meio e Dulce Pontes a fechar as Festas de São Pedro

Calendário das três actuações está definido. Depois de dois anos de interregno, a tradição volta a ser o que era
- PUB -