18 Maio 2022, Quarta-feira
- PUB -
InícioLocalSesimbraRotary Club da Quinta do Conde homenageia Xavier de Lima com reconhecimento...

Rotary Club da Quinta do Conde homenageia Xavier de Lima com reconhecimento a título póstumo

Grupo distingue “o empresário que tanto contribuiu para a formação da Quinta do Conde”

 

- PUB -

O Rotary Club da Quinta do Conde reuniu-se, no restaurante Golfn’table do clube de golfe da Quinta do Peru, para entregar a título póstumo o reconhecimento de profissional do ano 2021-2022 a António Xavier de Lima, que o grupo define como “o grande empresário que tanto contribuiu para a formação da Quinta do Conde”.

A cerimónia contou com a presença da esposa do empresário, Maria de Fátima Lima, e do filho de ambos, Marco Lima. “No Rotary, em Janeiro distinguimos, enquanto profissional do ano, alguém que merece ser distinguido profissionalmente face ao seu destaque e impacto na comunidade”, começou por explicar António Matias, presidente do grupo rotário quintacondense.

“Neste primeiro ano de vida do nosso clube considerámos que faria todo o sentido ter como primeiro profissional do ano a pessoa que fez nascer a Quinta do Conde e a tornou na localidade que hoje se conhece, promovendo o seu loteamento e definindo grande parte dos arruamentos”, adiantou.

- PUB -

Na noite de quinta-feira, António Neto da Silva, director da comissão dos serviços profissionais do Rotary Club da Quinta do Conde e amigo de António Xavier Lima e da respectiva família, recordou vivências e histórias que partilhou com “o companheiro, que começou por comprar e vender terrenos e acreditava que o futuro passava por Lisboa expandir-se para além do Tejo”.

Comprou, em finais da década de 60, a Quinta do Conde, que “segundo descrição predial de 1971 tinha uma área de três milhões e 920 mil metros quadrados. Com a sua dinâmica, permitiu que milhares de pessoas tivessem a oportunidade de construir uma casa quando as cidades estavam esgotadas. Era um homem muito à frente do seu tempo”.

António Xavier de Lima foi ainda, nas palavras do amigo, “um grande benemérito das corporações de bombeiros da região. Fez com que muitas tivessem os meios necessários para desempenhar as suas funções de serviço público. O seu corpo foi velado nos bombeiros de Cacilhas, onde permanece o seu busto”.

- PUB -

Por sua vez, o filho do homenageado, Marco Lima, expressou o “profundo agradecimento pela homenagem” e partilhou que o pai “era uma pessoa de acção. Ensinou-me a trabalhar, a pensar, essencialmente a respeitar o outro. O António Xavier de Lima é uma lição de vida”.

Também Francisco Jesus, presidente da Câmara Municipal de Sesimbra, marcou presença, começando por elogiar “este jovem clube rotário que tem manifestado esta dinâmica tão grande na nossa região e propriamente no nosso concelho”.

O autarca partilhou que apenas uma vez se encontrou com o homenageado mas “há que saber ler a história. A Quinta do Conde não era o que é hoje se não houvesse alguém chamado António Xavier de Lima”.

Aproveitou o momento para expressar a sua estima por Maria de Fátima Lima e Marco Lima, a quem considera também pertencer esta distinção.

“O espírito empreendedor e do serviço público do bem para a terra e para as pessoas também está presente na Maria de Fátima e no Marco, que corporizam enquanto família a acção de dar parte do que lhes pertence para o bem comum e dos territórios”, referiu, para depois partilhar que “foi graças a eles que o município de Sesimbra conseguiu recuperar toda a zona envolvente do Cabo Espichel e tem hoje a possibilidade de lançar um concurso de reconversão do mesmo”.

O presidente do município sesimbrense explicou que “os terrenos onde está implantado o Cabo Espichel pertenciam todos a António Xavier de Lima e a requalificação foi feita porque houve uma cedência, finalizada já no anterior mandato, pelo seu filho e esposa, pura e simplesmente porque reconhecem que é do interesse do território, das pessoas, do concelho e do desenvolvimento económico”.

No encontro esteve ainda Paulo Martins, governador Rotary do distrito 1960. “Sesimbra deve ser o concelho que tenho visitado mais vezes, com excepção de Lisboa, e este é mais um momento especial do clube que integra bem os desígnios do Rotary”, referiu, concluindo que “desenvolvemos esta distinção aos profissionais do ano desde 1980 no nosso distrito e premiar o mérito profissional pedia um momento presencial, pelo qual este grupo aguardou. Momentos como este não têm cabimento digital, têm de ser olhos nos olhos”.

Comentários

- PUB -

Mais populares

Igor Khashin e Yulia Khashina: “O nosso trabalho de 20 anos foi destruído num dia”

Casal russo que está no centro da polémica com o acolhimento de refugiados ucranianos em Setúbal responde a todas as perguntas

“A Judiciária que investigue, não temos nada a esconder”

Igor Khashin e Yulia Khashina falam pela primeira vez após o inicio da polémica

Matias Damásio a abrir com The Gift pelo meio e Dulce Pontes a fechar as Festas de São Pedro

Calendário das três actuações está definido. Depois de dois anos de interregno, a tradição volta a ser o que era
- PUB -