19 Maio 2022, Quinta-feira
- PUB -
InícioLocalSesimbraMural “Ser criança” dá mais cor à envolvente do novo pólo da...

Mural “Ser criança” dá mais cor à envolvente do novo pólo da Escola Básica da Quinta do Conde

O trabalho é da autoria da artista Joana Rodrigues que assina enquanto “Vai dar pitanga”

 

- PUB -

A zona envolvente do pólo da Escola Básica n.º 2 da Quinta do Conde está a ganhar nova vida com a obra “Ser criança”, que tem vindo a ser desenvolvida por Joana Rodrigues, artista que assina “Vai dar pitanga”, na parede exterior da bancada do campo de jogos e em vários elementos no espaço público envolvente.

“O convite surgiu por parte da Câmara Municipal de Sesimbra e o conceito da obra está assente na transmissão de hábitos saudáveis à população e aos alunos da escola.

Pretende trazer mais vida, animação e consciencialização para a urgente necessidade de retomarmos a um estilo de vida mais digno e saudável”, começa por dizer a artista a O SETUBALENSE.

- PUB -

“Através das formas e das cores, fortes e contrastantes, para as quais fui buscar inspiração à paleta de cores da escola, e que me caracterizam enquanto artista, abordo também a problemática dos ecossistemas marinhos e da sustentabilidade”, adianta.

Na obra, que marca a estreia da artista na Quinta do Conde, apesar de já ter desenvolvido vários trabalhos no concelho, nomeadamente em Sesimbra, são abordados temas como a arte e o desenho, hábitos de leitura, brincadeiras ao ar livre, desporto, alimentação, natureza e protecção dos mares e dos seus ecossistemas.

Para Joana Rodrigues, “a experiência está a ser muito enriquecedora, também pela recepção que a equipa teve por parte das entidades locais, mas também dos moradores quintacondenses. Gosto muito de voltar a Sesimbra, onde já tenho algumas obras. Nunca tinha estado na Quinta do Conde, um sítio muito calmo que estava a precisar de mais cor – e agora vai ter”.

Comentários

- PUB -

Mais populares

Igor Khashin e Yulia Khashina: “O nosso trabalho de 20 anos foi destruído num dia”

Casal russo que está no centro da polémica com o acolhimento de refugiados ucranianos em Setúbal responde a todas as perguntas

Matias Damásio a abrir com The Gift pelo meio e Dulce Pontes a fechar as Festas de São Pedro

Calendário das três actuações está definido. Depois de dois anos de interregno, a tradição volta a ser o que era

Dez dias de música em vários palcos da cidade de Setúbal com os melhores sons e vozes

O festival arranca com Pedro Abrunhosa, atravessa vários artistas e termina com Cuca Roseta
- PUB -