1 Agosto 2021, Domingo
- PUB -
Início Local Sesimbra Freguesia de Quinta do Conde inaugura cabine de leitura no 26.º aniversário...

Freguesia de Quinta do Conde inaugura cabine de leitura no 26.º aniversário de elevação a vila

A Quinta do Conde foi elevada à categoria de vila em 21 de Junho de 1995

 

- PUB -

Inaugurada na tarde desta segunda-feira, a cabine de leitura da Quinta do Conde, instalada no espaço frontal ao edifício sede da Junta de Freguesia, vem “proporcionar aos quintacondenses uma resposta de partilha, enriquecimento cultural e social”.

No momento da inauguração, Vítor Antunes, presidente da Junta de Freguesia da Quinta do Conde, partilhou que “a micro-biblioteca abre com cerca de centena e meia de livros, distribuídos pelas cinco prateleiras da cabine”, entre livros de culinária, história, trabalhos publicados sobre a região, romances, poesia, literatura infanto-juvenil, e duas dezenas de jornais de banda desenhada, “provenientes de uma oferta da Fundação Cardoso Moura para serem distribuídos entre a comunidade estudantil da Quinta do Conde”.

- PUB -

O edil explicou ainda que o plano de actividades da Junta de Freguesia para 2020 integrava o projecto “Deixe, leve, leia”, com o objectivo de criar uma estrutura de acolhimento de livros em local frequentado, que proporcione o fácil acesso aos livros e à leitura, numa filosofia de partilha, de depositar livros, levá-los para casa por tempo indeterminado ou lê-los no local.

Foi, neste sentido, apresentada uma candidatura a um programa da Fundação Altice que “correspondia aos objectivos traçados”.

O projecto de reconversão de antigas cabines telefónicas em micro-bibliotecas começou numa aldeia inglesa e chegou a Portugal em 2013 através da antiga Fundação PT, actual Fundação Altice.

- PUB -

Ana Estelita, directora executiva da Fundação Altice, por sua vez, frisou, na tarde de segunda-feira, a aposta da fundação “em projectos com capacidade de transformar e dar as ferramentas necessárias para que as populações possam ter cada vez mais oportunidades”.

“Ler transforma mentalidades e por isso é com muito gosto que a fundação doa uma cabine à Quinta do Conde. Esperamos que possa ser, mais do que um espaço de leitura, um espaço onde a população convive e acontecem mais iniciativas à volta da leitura e não só”, referiu.

A candidatura, então aprovada, deu lugar a um protocolo de colaboração e a abertura estava inicialmente prevista para a primeira metade de 2020.

Apesar da persistência da pandemia, a Junta de Freguesia decidiu celebrar o 26.º aniversário da decisão da Assembleia da República de elevar a Quinta do Conde à categoria de vila com a abertura da sua cabine de leitura.

Presente esteve ainda Francisco Jesus, presidente da Câmara Municipal de Sesimbra, que assinalou “as cabines telefónicas como marco histórico do passado recente, contemporâneo, neste contexto de leitura, promoção do livro e do incentivo à partilha, à experiência, à valorização do espaço público e sobretudo a esta necessidade que cada vez mais sentimos de que as pessoas se apropriem daquilo que é seu e se crie identidade”.

O município de Sesimbra tem neste momento em curso o processo de execução para a construção do pólo da Biblioteca Municipal na Quinta do Conde, que Francisco Jesus definiu como “importante e que tanta falta faz numa das freguesias mais jovens do país, tanto do ponto de vista de idade como em termos de faixa etária”, concluindo que “é possível com estes pequenos gestos transformar os territórios”.

Da cerimónia inaugural fizeram ainda parte dois momentos musicais, um ao piano, por David Schvetz, e outro ao som do projecto quintacondense de Gaitas de Foles, que, nas palavras do presidente da Quinta do Conde, “visam também sublinhar a aposta forte deste mandato da Junta de Freguesia na cultura e no incentivo às práticas culturais”.

- PUB -

Mais populares

Moradores na Quinta da Amizade contestam fogos municipais, mas vereador Carlos Rabaçal promete valorização

Na calha pode estar a construção de 268 fogos. Os residentes temem densidade populacional e perderem conforto   Os moradores na Quinta da Amizade, na freguesia...

“Quero fazer esta época o jogo de despedida para depois assumir o cargo de treinador”

“Não me ofereço aos clubes e não peço favores a ninguém, se tiver que treinar será onde me queiram e onde acreditem em mim”, refere Paulo Catarino

Península de Setúbal com mais 29 mil pessoas e Litoral Alentejano perde pouco em dez anos

Censos de 2021 indicam que Palmela é o concelho da península que registou maior aumento da população residente. Odemira é o que mais cresce...
- PUB -