4 Agosto 2021, Quarta-feira
- PUB -
Início Local Sesimbra Associação de Municípios da Região de Setúbal adia Festival da Liberdade

Associação de Municípios da Região de Setúbal adia Festival da Liberdade

Atendendo ao facto de o concelho de Sesimbra se encontrar a atravessar uma subida dos números de casos de covid-19, e após articulação com a Câmara Municipal de Sesimbra, a Associação de Municípios da Região de Setúbal (AMRS) decidiu adiar o Festival da Liberdade, previsto para os próximos dias 2 e 3 de Julho.

- PUB -

Em comunicado, a AMRS refere que “perante o contexto que se vive, as medidas que tendam a reduzir a propagação da pandemia são difíceis mas inadiáveis”.

O Festival da Liberdade será realizado em datas ainda a definir, “considerando a necessidade de articulação para que todos os intervenientes, jovens e suas estruturas associativas e artistas possam participar, garantindo os meios técnicos necessários”.

A organização diz ainda que em conjunto com a autarquia sesimbrense e com o movimento associativo juvenil da região, conta, no decorrer das próximas semanas, estar em condições de definir e divulgar as novas datas para a realização do certame, assegurando que “esta edição será realizada o mais breve quanto possível, tendo em conta o compromisso que a AMRS, a juventude e a região assumem com a dinamização do festival, com a projecção dos seus valores”, a fim de “encontrar o caminho para afirmar a esperança que a juventude da nossa região sempre soube construir”.

- PUB -
- PUB -
- PUB -

Mais populares

Chega apresenta candidatos a Setúbal com vontade de fazer história

Cláudio Fonseca, negro e oriundo da Bela Vista, é cabeça-de-lista à Freguesia de São Sebastião. "Prova que no Chega não há racismo"

Moradores na Quinta da Amizade contestam fogos municipais, mas vereador Carlos Rabaçal promete valorização

Na calha pode estar a construção de 268 fogos. Os residentes temem densidade populacional e perderem conforto   Os moradores na Quinta da Amizade, na freguesia...

Península de Setúbal com mais 29 mil pessoas e Litoral Alentejano perde pouco em dez anos

Censos de 2021 indicam que Palmela é o concelho da península que registou maior aumento da população residente. Odemira é o que mais cresce...
- PUB -