22 Janeiro 2022, Sábado
- PUB -
InícioLocalSesimbraSesimbra regista maior índice de preocupação da AML com 249 casos de...

Sesimbra regista maior índice de preocupação da AML com 249 casos de Covid-19

Registados focos em escolas, sector portuário e dois ginásios. Época balnear arranca amanhã e município vai reforçar medidas no acesso às praias.

 

- PUB -

O concelho de Sesimbra registou nos últimos dias uma subida acentuada do número de casos de Covid-19. Os 249 casos identificados por cada 100 mil habitantes colocam neste momento Sesimbra na posição de maior índice de preocupação no quadro da Área Metropolitana de Lisboa. Os números poderão comprometer o ritmo de desconfinamento previsto, caso mantenham a tendência – por serem mais do dobro do limite permitido de 120 casos por 100 mil habitantes.

Na reunião da Câmara Municipal de Sesimbra desta manhã de quarta-feira, o presidente do município, Francisco Jesus, informou “que a subida dos últimos dias levou a uma apreensão e a procurar compreender o que está a acontecer. Há uma semana e meia tínhamos cerca de 30 casos por 100 mil habitantes nos últimos 14 dias, sem grande oscilações” e que neste momento “temos um conjunto de turmas em isolamento profilático, nos diversos níveis de ensino, e a Escola Básica da Cotovia, onde existe uma grande incidência de casos, terá toda a comunidade escolar testada com testes PCR”. 

O autarca referiu ainda que “não há uma incidência por localidade ou freguesia. É disperso pela comunidade, com forte incidência na comunidade escolar, em jovens. Há também focos no sector portuário, nas pescas e afins, e identificação de dois ginásios com focos de contaminação. Não há ainda a indicação de serem surtos”. De acordo com os dados disponíveis, trata-se de uma transmissão comunitária, uma vez que “não há reflexos nos concelhos limítrofes, pelo menos nesta dimensão”.

- PUB -

De acordo com as regras e critérios definidos pela Direcção-Geral de Saúde, caso o concelho registe durante duas semanas consecutivas um número de casos entre 240 e 480 irá, nas palavras de Francisco Jesus, “regredir numa das fases de confinamento, o que será dramático do ponto de vista económico, sobretudo no sector de hotelaria e restauração”.

Esta situação motivou a que ontem, 8 de Junho, tivesse lugar uma reunião da Comissão Municipal de Protecção Civil para analisar a informação disponível e apresentar um conjunto de recomendações e medidas a ter em conta para “controlar a subida da curva”.

Neste sentido, é feito o apelo à população e aos vários sectores de actividade “para que cumpram escrupulosamente as regras, pois só desta forma será possível um regresso rápido à normalidade, desejada por todos” e serão implementadas, nos próximos dias, campanhas de testagem em massa junto dos grupos que têm registado maior incidência, em colaboração com o sector económico, a comunidade escolar e outras entidades.

- PUB -

Tendo em conta a época balnear, que arranca amanhã, 10 de Junho, será reforçada a presença de autoridades de segurança em zonas de maior aglomeração de pessoas no acesso às praias. Todos os eventos culturais de grande e média dimensão previstos, suscetíveis de gerar ajuntamentos, serão reagendados. Os serviços municipais continuarão em teletrabalho e a funcionar com equipas em espelho até que se verifique uma descida consistente dos números.

A Câmara Municipal vai acompanhar a evolução dos números, em estreita articulação com a Comissão Municipal de Proteção Civil, e refere que “durante o último ano, a população do concelho deu sempre um grande exemplo de civismo, ao adoptar, na generalidade, os comportamentos e indicações que lhe foram sendo transmitidos”, considerando que “com o esforço de todos, será possível inverter esta tendência rapidamente”.

Comentários

- PUB -

Mais populares

Pinhalnovense sem jogadores para jogar fez falta de comparência

A 12.ª jornada do Campeonato de Portugal ficou marcada pela falta de comparência do Pinhalnovense no jogo que deveria disputar em casa com o...

Entrada de luxo dos sadinos foi segredo para vencer U. Santarém e subir ao 2.º lugar

Varela (bisou) e Zequinha fizeram os golos desta quinta-feira no Bonfim

MP acusa médico do Centro Hospitalar de Setúbal de homicídio por negligência em caso de morte de bebé num parto

Os factos ocorreram no dia 06 de Fevereiro de 2018, nos serviços de urgência de obstetrícia e estão relacionados com o parto de um feto morto
- PUB -