11 Maio 2021, Terça-feira
- PUB -
Início Local Sesimbra Junta volta a editar monografia sobre origens e percurso da Quinta do...

Junta volta a editar monografia sobre origens e percurso da Quinta do Conde

Obra foi publicada em 2012 e reúne elementos da história quintacondense

 

- PUB -

 

“O livro foi editado em 2012 mas a recolha de elementos começou sensivelmente 30 anos antes. A necessidade da busca da identidade da Quinta do Conde surgiu quando, em 1986, criámos um grupo folclórico na Associação para o Desenvolvimento da Quinta do Conde”, começa por dizer Vítor Antunes, presidente da junta de freguesia da Quinta do Conde e autor da monografia sobre o território, a O SETUBALENSE.

Na altura, as pessoas questionavam sobre quem seria o conde que dá nome ao sítio e ninguém sabia responder. “Por essa ocasião, comecei a fazer diligências. Estava a trabalhar na Quinta do Conde, onde passava todos os meus dias, e fui juntando informação. Com os elementos que fomos compilando, achámos interessante ir um pouco mais além”, continua. Em 1998, o actual presidente quintacondense chegou mesmo a propôr à Câmara Municipal de Sesimbra que editasse o livro mas apesar do feedback positivo recibo a publicação não avançou.

- PUB -

“A junta de freguesia encaminhava com frequência, para virem falar comigo, alunos que precisavam de elementos sobre a Quinta do Conde para a realização de trabalhos escolares”, recorda. “Em 2012, acabámos então por resolver, através da junta de freguesia, por fazer uma edição, de mil exemplares, que entretanto esgotou”, adianta.

A reedição, que o autarca estima ainda estar disponível este mês, vem assim “satisfazer necessidades e pedidos de pessoas que a nós já se dirigiram solicitando a obra, nomeadamente a nossa Universidade Sénior que muito nos tem perguntado sobre como conseguir o livro”. Nas palavras de Vítor Antunes, o livro será distribuído, “com o cuidado de um livro por pessoa e deve justificar naturalmente, e iremos também ficar com ele enquanto património da junta de freguesia”.

No que concerne às temáticas abordadas, esta monografia da Quinta do Conde descreve as suas origens, as infraestruturas básicas desde a sua criação, a educação, com a apresentação de cada um dos equipamentos, os serviços públicos, o nascimento da autarquia local, a elevação a vila, “a arte pública que tem vindo a ser implementada”, o movimento associativo, entre outros. Todos estes elementos dizem respeito ao ano de 2012, data da publicação. “O livro é reeditado mas é integralmente apresentado como foi apresentado inicialmente, com as suas 263 páginas e prefácio de Alexandre Flores. Não foi alvo de alterações”, explica.

- PUB -

Enquanto autor do livro e representante da freguesia quintacondense, Vítor Antunes gostava de vir a “apoiar obras de outros autores. Quando publicámos em 2012 não havia outra obra com estas características na Quinta do Conde e gostaríamos que houvesse, tecnicamente mais apurada e actualizada”, assegurando que tal é possível e partilhando que “este livro possui algumas bases, alguns elementos orientadores” que podem ajudar nesse sentido.

- PUB -

Mais populares

Barcos da Transtejo/Soflusa param travessia do Tejo a 20 de Maio

Na reunião de hoje com a administração da empresa, e conforme o que tinha sido decidido em plenário de trabalhadores da semana passada, o...

Luís Maurício: “Vamos fazer tudo para criar a polícia municipal”

Cabeça-de-lista do Chega à Câmara de Setúbal diz que concelho é inseguro e quer videovigilância em certas zonas da cidade   Luís Maurício, de 42 anos,...

Porto de Setúbal: Tersado recebe grua de última geração

A nova grua está optimizada para navios da classe Panamax, permitindo subir e descer as cargas a uma velocidade até 120 metros por minuto   A...
- PUB -