4 Julho 2024, Quinta-feira

- PUB -
Autarcas pedem mais médicos e equipamentos de saúde

Autarcas pedem mais médicos e equipamentos de saúde

Autarcas pedem mais médicos e equipamentos de saúde

A construção do hospital no concelho, apesar de já sido prometida pelo Governo, continua a ser relembrada pelos autarcas como “urgente”

 

No concelho do Seixal são cerca de 40 mil os utentes de saúde sem médico de família. Esta situação traduz uma “realidade particularmente penalizadora para os munícipes” que vêem “aumentar o défice entre a oferta do Serviço Nacional de Saúde e as suas necessidades”.

- PUB -

Estas foram considerações apresentadas em tomada de posição aprovada na última reunião de Câmara do Seixal. O documento refere existir um “número insuficiente de centros de saúde e a rotura e inadequação dos existentes, sendo disso exemplo as desumanas urgências do Hospital Garcia de Orta”. A esta situação associa a “interminável espera pela construção do hospital no Seixal ou a falta de profissionais de saúde”, sempre em prejuízo dos munícipes do concelho.

Na perspectiva de um Serviço Nacional de Saúde “para todos”, durante a reunião pública, o presidente da Câmara do Seixal voltou a exigir ao Governo que este “assuma as suas responsabilidades e cumpra as promessas e acordos estabelecidos, que incluem a construção urgente do hospital no Seixal e do Centro de Saúde de Corroios”. Joaquim Santos referiu ainda “que precisamos que sejam alocados mais médicos e que se construam novos equipamentos, nomeadamente em Foros de Amora e Aldeia de Paio Pires”.

 

- PUB -

Apoio financeiro aos bombeiros

 

Na mesma reunião de câmara foram aprovadas as minutas de protocolo de cooperação com a Associação Humanitária de Bombeiros Mistos do Concelho do Seixal, no valor de 750 mil euros, e com a Associação Humanitária de Bombeiros Mistos de Amora, no valor de 200 mil euros.

- PUB -

“Um apoio imprescindível às associações que trabalham para a defesa das pessoas e bens do concelho, extremamente condicionadas pelo crítico subfinanciamento a que estão sujeitas perante a insuficiência de apoios ao Governo”, expõe a minuta.

A autarquia atribui ainda uma verba no valor de 5 500 euros ao Agrupamento 253 – Escuteiros Marítimos do Seixal, para apoio à aquisição de equipamentos para as suas embarcações.

Partilhe esta notícia
- PUB -

Notícias Relacionadas

- PUB -
- PUB -