16 Abril 2024, Terça-feira
- PUB -
InícioLocalBarreiroMercadona reforça aposta a sul do Tejo com lojas em Fernão Ferro...

Mercadona reforça aposta a sul do Tejo com lojas em Fernão Ferro e Lavradio

Até ao fim do ano, a marca vai abrir 11 supermercados. Na península de Setúbal passará a estar representada com cinco

 

- PUB -

A Mercadona vai abrir neste ano mais duas lojas na península de Setúbal, uma no Lavradio, Barreiro, e outra em Fernão Ferro, Seixal, concelho onde a cadeia de supermercados já havia instalado em Setembro último uma unidade comercial (em Corroios).

O plano de expansão da marca – que a sul do Tejo foi iniciado em 2022 com a abertura de equipamentos comerciais em Setúbal e Montijo, seguindo-se Corroios – prossegue agora com a instalação de 11 novas lojas, incluindo as de Lavradio e Fernão Ferro, num processo marcado pela estreia da empresa em dois distritos: Évora e Guarda.

O anúncio foi feito pela cadeia de supermercados em comunicado. “Guarda, Oliveira de Azeméis, Coimbra (Solum e Eiras), Leiria, Évora, Vila Nova de Gaia (Canelas), Sintra (Rio de Mouro), Maia (Moreira), Seixal (Fernão Ferro) e Barreiro (Lavradio) são as próximas localizações dos supermercados Mercadona. A empresa terminará o ano com 60 lojas abertas em território nacional”, indica a empresa. E adianta que abrirá aquele que passará a ser o seu “maior bloco logístico” em toda a Península Ibérica “em Almeirim, Santarém, no segundo semestre de 2024”.

- PUB -

No mesmo documento, a Mercadona resume os cerca de cinco anos de implantação que se apresta a cumprir em território luso. “Foi a 2 de Julho de 2019 que a Mercadona abriu o primeiro supermercado em Portugal, em Canidelo, Vila Nova de Gaia. A expansão continuou na região Norte nos anos que se seguiram (nos distritos de Viana do Castelo, Braga, Porto e Aveiro), sendo que o ano de 2022 marcou a chegada à Área Metropolitana de Lisboa. Desde então, seguiram-se as primeiras aberturas nos distritos de Santarém, Viseu, Leiria e Coimbra”, lembra a marca que, hoje em dia, já apresenta “uma rede de 49 supermercados” distribuídos por 10 distritos.

O investimento realizado em solo português traduz-se também na criação de milhares de postos de trabalho. “A empresa conta já com mais de cinco mil colaboradores e as novas lojas continuam a revelar a forte aposta feita em Portugal”, sublinha a marca, para reforçar de seguida que “continua a criar emprego estável e de qualidade” em solo luso.

No âmbito da política de responsabilidade social, cada uma das lojas Mercadona “estabelece uma parceria com uma instituição social local, que diariamente vai recolher os excedentes da loja”. “No total, em 2023, a empresa doou 1 200 toneladas de bens de primeira necessidade a mais de 70 entidades de cariz social, o equivalente a 21 mil e 400 carrinhos de compras”, indica a empresa, a concluir.

- PUB -

Mais populares

José Mourinho: “Dá-me prazer que as pessoas conheçam as minhas origens”

Técnico sadino em Setúbal para gravar com a Adidas e “mostrar ao mundo” a cidade onde nasceu e cresceu

Lisnave distribui mais de três milhões de euros pelos trabalhadores

Prémio é justificado com resultado obtido no ano passado, descrito o "melhor desempenho de sempre"

Sobrevivente de naufrágio chamou por vítimas agarrado a boia

Buscas por desaparecidos em naufrágio em Troia alargadas amanhã
- PUB -