3 Março 2024, Domingo
- PUB -
InícioLocalSantiago do CacémTrânsito no IC1 cortado na Mimosa devido à greve dos agricultores

Trânsito no IC1 cortado na Mimosa devido à greve dos agricultores

No local estão “cerca de 70 tractores e mais algumas carrinhas” a bloquear o trânsito e só desmobilizarão quando as suas reivindicações “forem atingidas”

 

- PUB -

A circulação no Itinerário Complementar 1 (IC1) junto à localidade de Mimosa, no concelho de Santiago do Cacém, está cortada ao trânsito nos dois sentidos, desde as 11h00, no âmbito da manifestação de agricultores.

Segundo disse à agência Lusa Diogo Brito Pais, do Movimento Civil de Agricultores, no local estão “cerca de 70 tractores e mais algumas carrinhas” a bloquear o trânsito e só desmobilizarão quando as suas reivindicações “forem atingidas”.

“Senão, estamos para ficar”, afiançou este agricultor, explicando que “o corte [nos apoios] que foi feito e a falta de respeito que o Ministério [da Agricultura] mostrou pelos agricultores” foi o que motivou os manifestantes.

- PUB -

Para Diogo Brito Pais, “são cortes que não são justificados” numa altura em que, na Europa, “se pede a transição energética”.

“Os agricultores foram os primeiros a querer fazê-la, mas agora fazem-lhes um corte exactamente nessas medidas. Isto não tem sentido nenhum”, frisou.

Os agricultores estão esta quinta-feira na rua com os seus tractores, de norte a sul, reclamando a valorização do sector e condições justas, num protesto que já bloqueou várias estradas de norte a sul.

- PUB -

O protesto, organizado pelo Movimento Civil de Agricultores, decorre um dia depois de o Governo ter anunciado um pacote de mais de 400 milhões de euros, destinado a mitigar o impacto provocado pela seca e a reforçar o Plano Estratégico da Política Agrícola Comum (PEPAC).

Segundo um comunicado divulgado na quarta-feira, os agricultores reclamam o direito à alimentação adequada, condições justas e a valorização da actividade.

O movimento, que se apresenta como espontâneo e apartidário, garantiu que os agricultores portugueses estão preparados para “se defenderem do ataque permanente à sustentabilidade, à soberania alimentar e à vida rural”.

Em França, os agricultores estão a bloquear várias estradas para denunciar, sobretudo, a queda de rendimentos, as pensões baixas, a complexidade administrativa, a inflação dos padrões e a concorrência estrangeira.

O protesto também tem crescido em países como Espanha, Bélgica, Grécia, Alemanha ou Itália.

- PUB -

Mais populares

Homem encontrado morto em casa no centro de Setúbal [Actualizada]

Cadáver de José, de 66 anos, foi transportado para a morgue do Hospital de São Bernardo para realizar autópsia

PJ investiga cadáver encontrado no interior de uma viatura em Setúbal

Populares alertaram as autoridades pelas 22h30. Homem, de 57 anos, terá morrido por causas naturais

Pedro Catarino já é goleador-mor dos sadinos na 1.ª Divisão da AF Setúbal

Com cinco golos no Vitória B, avançado do plantel principal volta a ser decisivo
- PUB -