26 Junho 2022, Domingo
- PUB -
InícioLocalSantiago do CacémSantiago do Cacém com candidaturas de 2,6M€ ao PRR para aumentar respostas...

Santiago do Cacém com candidaturas de 2,6M€ ao PRR para aumentar respostas sociais

Maior fatia do bolo pertence à Casa do Povo que pretende construir uma estrutura residencial para idosos

 

- PUB -

O concelho de Santiago do Cacém prevê contar com mais 67 camas e um novo equipamento social para idosos, no âmbito de três candidaturas ao Programa de Recuperação e Resiliência (PRR).

As candidaturas representam um investimento de 2,6 milhões de euros e foram apresentadas por “três instituições que dão respostas em locais diferentes do concelho”, avançou à agência Lusa a vereadora da Câmara de Santiago do Cacém, com o pelouro da Acção Social, Sónia Gonçalves.

As três candidaturas, inseridas na medida ‘Requalificação e Alargamento da Rede de Equipamentos e Respostas Sociais’, receberam parecer favorável do Conselho Local de Acção Social de Santiago do Cacém (CLASSC), que esteve reunido no passado dia 17 de Fevereiro. O maior investimento pertence à Casa do Povo de Cercal do Alentejo e prevê a construção “de raiz” de uma Estrutura Residencial para Pessoas Idosas (ERPI) com capacidade para “45 lugares”, no valor de “1,6 milhões de euros”, indicou.

- PUB -

Para a autarca, “esta resposta é muito importante” uma vez que Cercal do Alentejo, a terceira maior freguesia do concelho de Santiago do Cacém, “não tem uma estrutura residencial para idosos”.

Também a Casa do Povo de Abela ambiciona o “aumento da capacidade” da ERPI e avançou com uma candidatura que, se receber financiamento do PRR, “consegue acrescentar mais 15 lugares”, num investimento de 570 mil euros, adiantou.

Já a Santa Casa da Misericórdia de Santiago do Cacém apresentou uma candidatura para “a ampliação e remodelação interior” do edifício das Residências do Pinhal, estando “em causa mais sete lugares”, num investimento de cerca de 500 mil euros.

- PUB -

Trata-se de “uma oferta social que é absolutamente essencial” para o concelho de Santiago do Cacém, reconheceu a autarca, acrescentando que estes projectos vão permitir não só “aumentar as respostas” para as pessoas idosas, como “tornar estas estruturas mais sustentáveis”.

“Quanto maior for a resposta, também maior é a possibilidade de as instituições terem auto-sustentabilidade financeira, o que é muito importante, porque temos aqui alguns casos com situações financeiras que obrigam a um grande controlo de custos e a uma gestão muito criteriosa e rigorosa”, concluiu.

Comentários

- PUB -

Mais populares

Avó e mãe de Jéssica cantaram em programa da TVI enquanto menina estava sequestrada

Família materna da vítima marcou presença em caravana de “Uma Canção Para Ti” na véspera da morte da criança

“Queremos ser uma das maiores potências desportivas do distrito de Setúbal”

Tiago Fernandes, presidente do Juventude Sarilhense

Menina de três anos morre em caso suspeito de maus tratos pela ama

Criança apresentava ferimentos na boca e nariz e hematomas no corpo. Ama disse que tinha caído de uma cadeira no dia anterior
- PUB -