1 Dezembro 2021, Quarta-feira
- PUB -
InícioLocalSantiago do CacémEscola Básica n.º 2 de Vila Nova de Santo André vai ser...

Escola Básica n.º 2 de Vila Nova de Santo André vai ser requalificada

A Câmara de Santiago do Cacém vai avançar com a ampliação e renovação da Escola Básica (EB) n.º2 de Vila Nova de Santo André, num valor de 768 mil euros, para melhorar as condições do edifício.

- PUB -

A obra na EB n.º2, 1.º ciclo e jardim de infância, em Vila Nova de Santo André, no concelho de Santiago do Cacém (Setúbal), construída há 40 anos, vai permitir “corrigir e colmatar situações deficitárias de conforto ambiental e de eficiência energética”, refere o município, em comunicado.

Este investimento vai permitir “introduzir um conjunto de valências, espaços funcionais, equipamentos básicos e informáticos, que valorizem e modernizem as condições de funcionamento e conforto, essenciais para um ensino de qualidade e de promoção do sucesso educativo”, adianta.

A empreitada surge após a conclusão das obras em duas escolas de Vila Nova de Santo André (EB1 n.º 4 e n.º 3), assim como a EB 1 de Ermidas-Sado, no interior do concelho, um investimento total que rondou os dois milhões de euros.

- PUB -

“O investimento tem de ser faseado e como conseguimos ter mais algum financiamento [comunitário] para os estabelecimentos de ensino, entendemos que era o momento certo para intervir nesta escola e concluir a obra até ao início do próximo ano letivo”, disse à agência Lusa o presidente da Câmara Municipal de Santiago do Cacém, Álvaro Beijinha.

A obra “já foi adjudicada e tem um prazo de execução de sete meses”, indicou o autarca, perspetivando a sua conclusão “até finais de agosto” do próximo ano.

A empreitada inclui a melhoria das condições físicas do edifício, ao nível do conforto ambiental e funcionalidade, “com a instalação de um sistema [de climatização] avac, com ganhos, não só, de conforto térmico, mas também de eficiência energética” e a requalificação da envolvente, tendo em conta a importância do espaço de recreio para a promoção física e social dos alunos.

- PUB -

O projeto prevê a requalificação do espaço de Atividades de Animação e Apoio à Família (AAAF) da educação pré-escolar, a criação de instalações sanitárias por cada núcleo, adaptadas a portadores de deficiência, acessos ao recinto escolar e a todas as valências para crianças e adultos portadores de deficiência/mobilidade reduzida, “permitindo uma escola acessível a todos”.

“Está igualmente prevista a criação de uma sala Tecnologias de Informação e Conhecimento (TIC), diminuindo com esta solução o rácio aluno/computadores numa perspetiva de aproximação à média nacional”, concluiu o município.

Lusa

[Fancy_Facebook_Comments language="pt_PT"]
- PUB -

Mais populares

Dirigir o Vitória Futebol Clube no feminino: as mulheres nos actuais órgãos sociais do clube sadino

Sara Ribeiro, Ana Cruz, Dulce Soeiro e Helena Parreira partilham as suas vivências no clube, cujo regresso à I Liga tanto anseiam   Quando questionadas sobre...

António Costa anuncia que Portugal vai pedir à União Europeia que Península de Setúbal passe a ser uma NUT II

O primeiro-ministro diz que a Península de Setúbal está a ser fortemente penalizada por estar integrada na estrutura nominal da AML  

Volkswagen anuncia novo investimento de 500 milhões na Autoeuropa nos próximos cinco anos

Valor vai ser aplicado "em produto, equipamento e infra-estruturas", explicou Alexander Seitz
- PUB -