19 Junho 2024, Quarta-feira

- PUB -
Autoeuropa vai aumentar produção a partir de dia 6

Autoeuropa vai aumentar produção a partir de dia 6

Autoeuropa vai aumentar produção a partir de dia 6

Grupo Volkswagen, que detém a fábrica portuguesa, anunciou lucro de 11.348 milhões ao fim dos primeiros nove meses do ano

 

A Autoeuropa quer aumentar o volume de produção para 934 carros por dia já a partir do próximo dia 6.

- PUB -

Para o efeito, anunciou a empresa, está previsto um “incremento de 32 trabalhadores nos quatro turnos na área da montagem”.

O objectivo é recuperar parte da quebra de produção durante a paragem que a fábrica de Palmela se viu obrigada a fazer , entre 11 de Setembro e 2 de Outubro, por falta do fornecimento de uma peça até então assegurado por uma empresa da Eslovénia.

A situação foi ultrapassada com recurso a um fornecedor espanhol e a outro chinês, o que viabilizou o retomar da produção normal daquela unidade no passado dia 23, antes da data inicialmente prevista (12 de Novembro).

- PUB -

O regresso à normalidade significou o fim do regime de `lay-off´, que prevê uma quebra de rendimentos para os trabalhadores que pode ir até 33% do salário, mas que, na Autoeuropa, foi de apenas 5%, fruto de um acordo entre a administração e a Comissão de Trabalhadores. E possibilitou ainda o regresso dos cerca de 100 trabalhadores temporários que tinham sido despedidos em Setembro, embora com a garantia de que seriam chamados de novo logo que a produção da empresa fosse normalizada.

Entretanto, na última quinta-feira, o grupo Volkswagen – que detém a Autoeuropa – anunciou que obteve um lucro de 11.348 milhões de euros até Setembro, o que se traduziu numa variação negativa de 7,5% quando comparado com o mesmo período do ano passado.

Isto, explicou o grupo da marca alemã, devido às perdas registadas nas operações com derivados para cobrir as flutuações dos preços das matérias-primas.

- PUB -

O volume de negócios melhorou nos três primeiros trimestres para 235.102 milhões de euros (+16%), enquanto o lucro operacional caiu para 16.200 milhões de euros (-7%), o que representa um rendimento de exploração sobre o volume de negócios de 6,9%.

A rendibilidade operacional sobre o volume de negócios foi de 6,2% no terceiro trimestre deste ano, adianta o grupo no mesmo comunicado.

Ainda de acordo com a comunicação da Volkswagen, o resultado de exploração foi afectado por perdas de 2,5 mil milhões de euros em transacções de derivados para cobertura das oscilações dos preços das matérias-primas, montante que o fabricante não poderá compensar durante o resto do ano.

As entregas mundiais de veículos do grupo Volkswagen registaram uma subida de 11%, tendo ultrapassado os 6,7 milhões de unidades.

Partilhe esta notícia
- PUB -

Notícias Relacionadas

- PUB -
- PUB -