5 Dezembro 2022, Segunda-feira
- PUB -
InícioLocalPalmelaAutoeuropa aponta para 37% de adesão à greve

Autoeuropa aponta para 37% de adesão à greve

Os sindicatos, por seu lado, apontam para percentagens superiores, entre os 50 e 75%

 

- PUB -

A Autoeuropa fez esta tarde um balanço da adesão à greve dos últimos dois dias e aponta para uma adesão de 37% dos trabalhadores à paralisação, o que não afectou a produção de automóveis prevista para estes dias. Os sindicatos, por seu lado, apontam para percentagens superiores, entre os 50 e 75%.

Em comunicado enviado pela empresa, “apesar da paragem de duas horas por turno que se registou nos dias 17 e 18 de Novembro, e que teve a adesão de 37% do total dos colaboradores, a Volkswagen Autoeuropa conseguiu cumprir o volume de produção planeado para estes dias”. A administração afirma-se “empenhada em ir ao encontro das necessidades dos trabalhadores, de modo a colmatar as dificuldades económicas actualmente sentidas por via do aumento generalizado da inflação”.

A greve parcial de duas horas por turno terminou esta sexta-feira ao final da tarde, com os sindicatos a admitir uma “forte adesão” dos trabalhadores, que reclamam 5% de aumento extraordinário, recusando um prémio único de 400 euros.

- PUB -

A empresa aponta para uma reunião prevista para dia 25 deste mês uma reunião com a Comissão de Trabalhadores da Volkswagen Autoeuropa (CT), “onde serão discutidas medidas salariais adicionais. Recorde-se que no dia 15 de Novembro a CT considerou haver condições para voltar a discutir medidas salariais adicionais, tendo para tal solicitado a retirada do pré-aviso de greve aos três sindicatos com representação laboral na fábrica de Palmela. Apesar desta posição da CT, dois sindicatos recusaram-se a proceder a este pedido”.

Comentários

- PUB -

Mais populares

Jovem morre esfaqueado em cilada durante convívio 

Vitima, na casa dos 20 anos, era estudante e trabalhador na Autoeuropa

Homem morre em confrontos num café na Avenida Bento de Jesus Caraça

Causa da morte não é clara. PJ está a investigar

Primeira loja Lidl num campus universitário já abriu em Almada

Rede de supermercados alemã investe 10 milhões de euros no novo edifício situado no Monte da Caparica
- PUB -