1 Dezembro 2021, Quarta-feira
- PUB -
InícioLocalPalmelaPalmela instala novos órgãos autárquicos nesta quinta-feira

Palmela instala novos órgãos autárquicos nesta quinta-feira

Eleitos para Câmara e Assembleia Municipal vão tomar posse no Cine-teatro S. João. Resultados de dia 1 vão obrigar a entendimentos da CDU com a oposição nos dois órgãos autárquicos. Definição da composição da Mesa da Assembleia Municipal pode ajudar a clarificar ADN de eventual geringonça

MÁRIO RUI SOBRAL

A cerimónia de tomada de posse dos autarcas eleitos para os órgãos Câmara e Assembleia Municipal, de Palmela, vai ter lugar na próxima quinta-feira, 19, a partir das 20h30, no Cine-teatro S. João.

- PUB -

Na Câmara Municipal vão ser empossados o presidente Álvaro Amaro e os vereadores Fernanda Pésinho, Adilo Costa e Luís Calha (eleitos pela CDU), Raúl Cristóvão, Pedro Taleço e Mara Rebelo (eleitos pelo PS), Paulo Ribeiro (PSD/CDS) e José Calado (MIM).

Na Assembleia Municipal serão empossados os 27 deputados eleitos directamente (12 da CDU, oito do PS, três da coligação PSD/CDS, dois do MIM e outros dois do BE), além dos quatro presidentes das juntas de freguesia do concelho (três da CDU e um do PS) por inerência.

Apesar de conseguir ganhar as eleições, tendo até reforçado a votação para a Câmara em relação a 2013 com mais 142 votos – para a Assembleia Municipal registou-se uma variação negativa de apenas 172 votos –, a CDU perdeu a maioria absoluta nos dois referidos órgãos autárquicos.

- PUB -

Este novo cenário de correlação de forças obriga a CDU a procurar entendimentos junto da oposição, quer na Câmara quer na Assembleia Municipal.

No primeiro caso, a CDU sabe que apenas necessitará de alcançar acordo com um eleito da oposição – o que permitiria assegurar a estabilidade governativa no executivo camarário – perfilando-se, assim, a coligação PSD/CDS ou o MIM (ambos elegeram um vereador) como possibilidades suficientes.

No segundo caso – e tendo em conta que a estabilidade governativa passa de igual modo pela Assembleia Municipal –, o cenário não muda muito de figura, já que à CDU bastará apenas acertar agulhas com a coligação PSD/CDS ou com o MIM ou ainda com o BE. É que, no total, neste órgão, a CDU conta com 15 mandatos em contraponto com os 16 da oposição (8 do PS, 3 da coligação PSD/CDS, 2 do MIM e 2 do BE). O cenário mais crível passará por um entendimento único que, desde logo, possa servir os objectivos da CDU nos dois órgãos autárquicos, condição que a coligação PSD/CDS e o MIM apresentam.

- PUB -

Cenário que, de resto, poderá ficar esclarecido na próxima quinta-feira, logo após a cerimónia de instalação dos órgãos, com a realização da primeira sessão da Assembleia Municipal onde deverá ficar definida a composição da Mesa deste órgão (presidente, 1.º secretário e 2.º secretário). A CDU, com Ana Teresa Vicente, foi a força mais votada, mas a oposição, em bloco, tem mais um mandato, o que significa que terá de haver uma concertação para que a autarca venha a manter a presidência no órgão para aquela força política.

CDU perdeu mais nas assembleias de freguesia

Onde a CDU mais baixou a votação foi nas assembleias de freguesia. No total, a CDU perdeu 385 votos em relação às autárquicas de 2013, passando de 32 mandatos para 26 (menos seis). O PS manteve os 19 que já detinha e a coligação PSD/CDS os mesmos seis conseguidos quatro anos antes. A diferença residiu no grupo de cidadãos MIM, que conquistou cinco mandatos, e na subida do BE (mais 310 votos) que lhe permitiu passar de um para dois mandatos.

A CDU acabou, assim, por perder a presidência da Junta na freguesia sede do concelho (Palmela) para o PS (maioria relativa) e passou de maioria absoluta para relativa na Junta de Freguesia da Quinta do Anjo. Manteve a maioria absoluta na Junta do Pinhal Novo (menos 49 votos do que em 2013) e na União das Freguesias de Poceirão e Marateca (menos 189 votos).

[Fancy_Facebook_Comments language="pt_PT"]
- PUB -

Mais populares

Dirigir o Vitória Futebol Clube no feminino: as mulheres nos actuais órgãos sociais do clube sadino

Sara Ribeiro, Ana Cruz, Dulce Soeiro e Helena Parreira partilham as suas vivências no clube, cujo regresso à I Liga tanto anseiam   Quando questionadas sobre...

António Costa anuncia que Portugal vai pedir à União Europeia que Península de Setúbal passe a ser uma NUT II

O primeiro-ministro diz que a Península de Setúbal está a ser fortemente penalizada por estar integrada na estrutura nominal da AML  

Volkswagen anuncia novo investimento de 500 milhões na Autoeuropa nos próximos cinco anos

Valor vai ser aplicado "em produto, equipamento e infra-estruturas", explicou Alexander Seitz
- PUB -