15 Abril 2024, Segunda-feira
- PUB -
InícioLocalPalmela‘Improváveis’ no Cine-Teatro S. João para fazer rir de improviso

‘Improváveis’ no Cine-Teatro S. João para fazer rir de improviso

Promete fazer rir e chorar por mais. Trata-se de um espectáculo de comédia que irá subir ao palco do Cine-Teatro S. João, em Palmela, no próximo dia 4 de Fevereiro, pelas 22h00, com a particularidade de se basear totalmente no improviso. Vai ser assim com os “Improváveis” Marta Borges, Pedro Borges e Telmo Ramalho, grupo profissional de teatro de improviso nascido em 2008 e sediado em Lisboa, que ao longo do espectáculo irá interagir (e bastante) com o público presente.

- PUB -

O grupo conta com especializações diversas em teatro de improviso, adquiridas um pouco por todo o mundo, desenvolvendo espectáculos diversificados e para os diferentes públicos, através de humor inteligente. Sempre com uma ligação aprazível com a audiência, mas de forma não-invasiva, proporcionando noites inesperadas e irrepetíveis.

A atriz e os actores – Marta Borges, Pedro Borges e Telmo Ramalho – trabalham em projectos para televisão, rádio, locução, dobragem de filmes de animação, formação e eventos empresariais e participam em festivais internacionais de improviso. No último ano, os “Improváveis” já registavam cerca de 700 representações, que, no total, foram assistidas por mais de 75 mil espectadores.

Agora, chegam de “improviso” a Palmela. Os bilhetes têm o valor de 10 euros e já estão à venda no Cine-Teatro S. João ou na bilheteira online (www.bol.pt). A produção é da responsabilidade da DOGE Produções, numa organização da ShowBis, com o apoio da Câmara Municipal de Palmela.

- PUB -

Mais populares

José Mourinho: “Dá-me prazer que as pessoas conheçam as minhas origens”

Técnico sadino em Setúbal para gravar com a Adidas e “mostrar ao mundo” a cidade onde nasceu e cresceu

Desaparecido no mar esteve no sábado à pesca de choco no Sado

Ricardo Neves esteve no dia anterior à tragédia em embarcação turística. Mestre de embarcação critica quem se aventura na zona do naufrágio

Lisnave distribui mais de três milhões de euros pelos trabalhadores

Prémio é justificado com resultado obtido no ano passado, descrito o "melhor desempenho de sempre"
- PUB -