2 Outubro 2022, Domingo
- PUB -
InícioLocalOdemiraPraia da Zambujeira do Mar interditada a banhos

Praia da Zambujeira do Mar interditada a banhos

Presença de bactéria obrigou a encerramento da zona balnear em Odemira

 

- PUB -

A praia da Zambujeira do Mar, concelho de Odemira, foi hoje interditada a banhos depois de ter sido detectada a presença da bactéria coliforme Escherichia coli (E.coli) na água, revelou a Capitania do Porto de Sines.

Em declarações à agência Lusa, o comandante da Capitania do Porto de Sines, Rui Filipe, avançou que a “bandeira vermelha foi hasteada”, esta manhã, pelos nadadores-salvadores, para impedir os banhos naquela praia.

“Em resultado da recolha de amostras, que são feitas regularmente pela Agência Portuguesa do Ambiente (APA) nas águas balneares, foi detectada a presença da [bactéria] E.coli na água, em níveis superiores ao adequado para ir a banhos”, revelou.

- PUB -

Segundo Rui Filipe, o resultado das amostras foi transmitido à autoridade marítima, na quinta-feira à noite, pela APA, que “lançou o aviso a desaconselhar os banhos naquela praia”.

“Esta manhã, antes das 08:00, foi colocada sinalização a alertar para a situação à entrada da praia e foram dadas instruções para que a bandeira vermelha fosse içada”, adiantou.

De acordo com Rui Filipe, já foi realizada “uma segunda recolha” de amostras à água daquela zona balnear, cujos resultados só “estarão disponíveis” no sábado.

- PUB -

“Conforme o resultado das análises, faremos a avaliação e tomaremos a decisão de levantar ou manter” a interdição a banhos, acrescentou.

Até que as restrições sejam levantadas, os banhistas “podem permanecer no areal, mas os banhos” não são aconselhados.

“Não houve necessidade de retirar banhistas da água, porque a informação já estava disponível antes da abertura da praia e foi dada a instrução aos nadadores-salvadores para desaconselharem os banhos”, explicou.

O comandante da Capitania do Porto de Sines indicou ainda que a origem da contaminação por concentração de coliformes fecais “é desconhecida” e que foi necessário “arrear a Bandeira Azul” até que a situação esteja regularizada.

Comentários

- PUB -

Mais populares

Transportes em Setúbal: “Isto não está mau. Está péssimo!”

Reuniões com a população expõem drama de grandes dimensões contado em testemunhos trágico-cómicos

Alsa Todi não verá mais um cêntimo de Palmela se não cumprir o contrato

Município está indisponível para continuar a financiar o sistema e reclama à TML a aplicação de penalidades à operadora

Acidente de trabalho com um reboque faz um morto e um ferido

Vitimas estavam a trabalhar debaixo da estrutura que lhes caiu em cima
- PUB -