12 Maio 2024, Domingo

- PUB -
Utentes fazem filas de madrugada para conseguir consulta na Baixa da Banheira

Utentes fazem filas de madrugada para conseguir consulta na Baixa da Banheira

Utentes fazem filas de madrugada para conseguir consulta na Baixa da Banheira

Comissão de Utentes explica que situação tem vindo a agravar-se desde Julho de 2022, mês em que seis médicos deixaram de prestar serviço

 

A Comissão de Utentes da Saúde da Baixa da Banheira, no concelho da Moita, alertou hoje para grandes dificuldades no centro de saúde local, com utentes a terem de formar filas de madrugada para tentar marcar uma consulta.

De acordo com a comissão, a situação de acesso aos cuidados de saúde na Unidade de Cuidados de Saúde Primários da Baixa da Banheira tem vindo a agravar-se desde Julho de 2022, mês em que seis médicos deixaram de prestar serviço, aumentando substancialmente o número de utentes sem médico de família.

Dos 29.740 utentes inscritos, explica a comissão, apenas 10.003 têm médico de família atribuído e os restantes estão a ser atendidos pelos médicos contratados ao abrigo de um protocolo com a Santa Casa da Misericórdia do Barreiro para a prestação de 40 horas semanais de medicina familiar.

Segundo a comissão, para os utentes obterem uma consulta têm que ir para a porta do Centro de Saúde formar filas de espera logo a partir das primeiras horas da madrugada, muitas vezes sem o conseguirem, voltando a repetir o procedimento em dias sucessivos.

Em declarações à agência Lusa, o porta-voz da comissão, José Manuel Fernandes, adiantou que há pessoas que já ponderam dormir à porta do centro de saúde porque mesmo indo de madrugada não conseguem arranjar vaga para uma consulta.

“O descontentamento é muito grande. Mas isso deve ser virado para aqueles que têm o dever e a obrigação de cá colocar os 12 médicos e os oito enfermeiros em falta”, refere.

A Comissão de Utentes da Saúde da Baixa da Banheira tem vindo a alertar para a falta de médicos e para as longas filas de espera para a marcação de consultas assim como para a falta de condições do edifício.

No final de Abril, o presidente da Câmara Municipal da Moita, Carlos Albino, disse acreditar que até ao final do ano estará concluído o novo Centro de Saúde da Baixa da Banheira, cujo financiamento tem a garantia do Governo, dada pelo ministro da Saúde, Manuel Pizarro, numa visita que fez a este concelho do distrito de Setúbal.

Esta nova unidade de saúde vai servir cerca de 30.000 utentes e a sua construção começou em Janeiro de 2020.

Partilhe esta notícia
- PUB -

Notícias Relacionadas

- PUB -
- PUB -