31 Janeiro 2023, Terça-feira
- PUB -
InícioLocalMoitaMoita aprova orçamento para 2023 estimado em cerca de 52 milhões

Moita aprova orçamento para 2023 estimado em cerca de 52 milhões

Documento vai agora ser analisado pelos deputados da Assembleia Municipal, no decorrer do mês de Outubro

 

- PUB -

O Plano e Orçamento da Câmara da Moita para o ano de 2023, estimado em cerca de 52 milhões de euros, foi aprovado esta quarta-feira em reunião extraordinária do município, com objectivos “estratégicos bem definidos”, baseados num “compromisso consolidado perante os cidadãos na área social, económica, cultural e política”, tendo como meta principal “aumentar a realização de investimento com uma série de projectos e obras nas mais variadas áreas”.

A aposta em aproximar a população do rio Tejo, segundo a edilidade, “mantém-se com vários projectos que irão iniciar-se no próximo ano e que irão começar a transformar a imagem do município e a dar um verdadeiro significado à frase ‘Moita – Uma Janela para o Tejo’, como é o caso da requalificação da zona ribeirinha”, junto à zona da Caldeira, num projecto com financiamento já aprovado e a revitalização da frente ribeirinha do Gaio, através da construção de passadiços à beira-rio.

O documento aposta ainda na construção do Centro Oficial de Recolha de Animais Errantes (CROAE), obra que vai “albergar 120 animais” no território. A Câmara adianta que além de se perspectivar uma poupança de mais de 31 mil euros, relativamente ao que estava previsto anteriormente, o novo projecto “duplica a capacidade de acolhimento”, que inicialmente contemplava apenas a criação de duas dezenas de boxes.

- PUB -

Na área do desenvolvimento social, a Estratégia Local de Habitação vai ainda começar a ser implementada, com um investimento de cerca de 32 milhões de euros. “Também na vertente do desenvolvimento económico perspectivam-se progressos significativos, nomeadamente na área do turismo como forma de alavancar a economia do concelho”, revela a autarquia.

No âmbito do Plano Comunidades em Acção e em complementaridade com as outras intervenções setoriais e estratégias que o município desenvolve vão ainda “ser investidos cerca 1.600 milhões de euros em planos de acção integrados”, a serem executados a partir de “trabalhos em rede” entre esta Câmara, juntas de freguesias, organizações locais da sociedade civil e outras entidades públicas de sectores relevantes.

O projecto vai traduzir-se num apoio “inestimável às famílias do concelho”, defende o município. Na altura, foi ainda aprovado um apoio, no valor de 250 mil euros, que a edilidade vai prestar à Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários da Moita. Após a aprovação das Grandes Opções do Plano e Orçamento para o próximo ano, o documento vai em breve ser submetido à aprovação por aquela Assembleia Municipal.

Comentários

- PUB -

Mais populares

Sexta-feliz chega ao concelho para dar “mais tempo” aos funcionários

PartYard decidiu dar as tardes de sexta-feira aos trabalhadores para melhorar o seu rendimento

O sangue e o oxigénio dos Tribunais

Ninguém duvida que os oficiais de justiça são essenciais para a Administração da Justiça.

Autoeuropa anuncia unidade 1 milhão do T-Roc que vai rodar noutro continente

Número redondo foi anunciado pela direcção da fábrica de Palmela. Automóvel já tem destino traçado
- PUB -