8 Dezembro 2022, Quinta-feira
- PUB -
InícioLocalMoitaFórum da Baixa da Banheira acolheu debate sobre periferias e participação

Fórum da Baixa da Banheira acolheu debate sobre periferias e participação

Iniciado diálogo com comunidade artística e cultural de Lisboa e do concelho da Moita

 

- PUB -

O Fórum Cultural José Manuel Figueiredo, na vila da Baixa da Banheira, foi palco no final da última semana da conferência internacional “Having a Voice” [Ter uma voz] – Periferias e Participação no Centro das Políticas Culturais, iniciativa que foi iniciada na cidade de Lisboa e que juntou naquele equipamento um conjunto de investigadores de dois projectos europeus distintos: “Stronger Peripheries: A Southern Coalition” e “BeSpectACTive”.

A autarquia moitense lembra que no decorrer da iniciativa, foi iniciado “um diálogo com a comunidade artística e cultural de Lisboa e da Moita”, num debate em torno das questões mais relevantes “em matéria de participação no campo cultural”, com especial enfoque no contexto das periferias.

O evento contou com a presença do presidente do município, Carlos Albino, e da vice-presidente Sara Silva. Na altura, os autarcas sublinharam a importância da discussão da temática das especificidades das periferias e da sua influência nas políticas locais associadas à cultura. O primeiro projecto de cooperação, a decorrer desde 2020 até 2024, é cofinaniado pelo Programa Europa Criativa da União Europeia e demonstra que quando “projectos internacionais se juntam, as oportunidades para conversas significativas são infinitas”, dado estarem focados em práticas participativas, novos desafios artísticos e capacitação das artes”.

- PUB -

Periferias consideradas territórios mais fortes

A iniciativa abriu um espaço de diálogo entre os participantes, numa colaboração e aprendizado conjunto, para “questionar e discutir as noções do ‘sul’ e ‘periferias’, numa perspectiva sociopolítica e sociocultural por meio de “diversas colaborações, estratégias artísticas e acções de capacitação”.

“Queremos proporcionar oportunidades para repensar as nossas identidades através da cultura e da confluência empoderadora da diferença cultural, ao mesmo tempo que promovemos a reflexão sobre os modelos de política cultural vigentes [no sul da Europa]”, afirma a organização da iniciativa. A Southern Coalition, acrescente-se, é uma rede informal que reúne presentemente um total de onze organizações de gestão de artes e três instituições de pesquisa oriundas de um total de dez países europeus.

- PUB -

Trata-se de uma rede “que conecta práticas culturais ancoradas localmente, visando superar o isolamento e potenciar as habilidades de artistas, profissionais da cultura e público”. Após a realização da conferência naquele ponto do território, os participantes realizaram ainda uma visita guiada ao Centro de Experimentação Artística (CEA), na localidade do Vale da Amoreira.

Comentários

- PUB -

Mais populares

Militares da GNR raptados e agredidos na Costa da Caparica

Uma das vítimas sofreu ferimentos graves e está internada no Hospital Garcia de Orta. A PJ de Setúbal foi accionada e está a investigar o caso

Nova clínica da rede CUF abriu hoje portas no Montijo

Equipamento, construído de raiz, ocupa mais de 1 500 metros quadrados. Dá resposta a várias especialidades médicas e cirúrgicas

Primeira loja Lidl num campus universitário já abriu em Almada

Rede de supermercados alemã investe 10 milhões de euros no novo edifício situado no Monte da Caparica
- PUB -