6 Outubro 2022, Quinta-feira
- PUB -
InícioLocalMoitaJS da Moita debate sustentabilidade ribeirinha com Ministro do Ambiente

JS da Moita debate sustentabilidade ribeirinha com Ministro do Ambiente

Governante participou em passeio a bordo da embarcação “O Boa Viagem” pela zona ribeirinha do concelho

 

- PUB -

A Juventude Socialista (JS) da Moita, em visita realizada recentemente pelo município, que contou com a presença do Ministro do Ambiente e da Acção Climática, Duarte Cordeiro, no âmbito do evento “Sustentabilidade Ribeirinha”, promovido a bordo do varino “O Boa Viagem”, analisou várias questões ligadas às áreas da sustentabilidade ambiental e à valorização do concelho, tendo se inspirado nas paisagens da frente ribeirinha, num evento que contou com a presença do presidente socialista Carlos Albino e da deputada Eunice Pratas.

Moderado pelo presidente da JS, Rodrigo Nascimento, o encontro levou os intervenientes a explorarem as áreas da sustentabilidade ambiental, mas também do desenvolvimento sustentável e de valorização desta zona do distrito, num encontro que permitiu uma “experiência diferenciadora”. Os trabalhos tiveram início após uma breve intervenção de Miguel Costa Matos, secretário-geral da Juventude Socialista, que aproveitou a ocasião para dar os parabéns à organização e saudar a pertinência do evento, dada a importância dos temas em discussão.

Para Rodrigo Nascimento, além de garantia do acesso à informação, é necessário estimular “a população a tomar as decisões certas [e amigas do ambiente]”, tendo a referida deputada efectuado uma análise da “relação ambígua” entre o capitalismo e a sustentabilidade e a forma como considera que “o mercado livre não permite uma vida verdadeiramente amiga do ambiente, dado o carácter consumista que associa ao mesmo, terminando por identificar o Estado como “factor determinante para progressivamente transformar não só o estilo de vida, mas a mentalidade da população sobre esta matéria”.

- PUB -

O debate prosseguiu com o moderador a apresentar o ecossistema moitense – como sendo “o melhor de dois mundos” -, tendo identificado características urbanas e naturais, que entende providenciarem várias oportunidades, mas também desafios ao desenvolvimento sustentável”. Já o presidente socialista, Carlos Albino, aproveitou para enquadrar o tema proposto, assim como explorar o leque de políticas públicas de sustentabilidade ambiental que planeia implementar no município.

O autarca lembrou que tudo dependerá das oportunidades providenciadas pelo investimento público e privado, afirmando que o executivo do PS na edilidade tem vindo a trabalhar “um conjunto de candidaturas ao PRR [Plano de Recuperação e Resiliência], que permitam dotar o concelho de investimentos, capazes de criar desenvolvimento, progresso e infraestruturas, nunca antes vistos”.

O PRR Comunidades Desfavorecidas, informou, é um exemplo dessas oportunidades, capazes de implementar as ideias e os projectos que a câmara “não pode perder”, sendo que está actualmente garantido “um investimento de 5,5 milhões de euros, em intervenções consideradas prioritárias e estratégicas, que permitirão a criação de mais e melhor emprego, dinamização da economia que visa potenciar o empreendedorismo e inovação, reabilitação de espaços públicos e a construção de infraestruturas e equipamentos”.

- PUB -

Já Duarte Cordeiro, quando questionado sobre o progresso de Portugal em direcção aos objetivos mencionados, enumerou os feitos alcançados a nível nacional, sublinhando “o esforço para alcançar as metas estabelecidas com maior rigor e antecedência quando comparado aos seus parceiros”, tendo afirmado a necessidade de investir cada vez mais em políticas de sustentabilidade com especial foco na energia, assinalando a aposta no presente e no futuro, nas energias renováveis, numa altura em que reconhece ser necessário colmatar os efeitos da política externa Russa, que “usa a exportação dos seus recursos energéticos” para a Europa como “arma de arremesso”.

O responsável recordou ainda que o conflito levará ao “inevitável aumento dos preços do sector energético tradicional para reforçar a necessidade de apostar na sustentabilidade”. No final do convívio realizado a bordo da embarcação, foi ainda possível explorar o melhor que a frente ribeirinha concelhia tem para oferecer.

Comentários

- PUB -

Mais populares

Primeira pedra de construção de empreendimento à beira-rio lançada no município do Barreiro

Novo espaço habitacional pretende atrair famílias locais e jovens a um preço razoável   O lançamento da primeira pedra de construção do novo empreendimento que vai nascer...

Acidente de trabalho com um reboque faz um morto e um ferido

Vitimas estavam a trabalhar debaixo da estrutura que lhes caiu em cima

Orcas atacam veleiro em Sesimbra e seguem semi-rígido na Fonte da Telha

Ataque causou danos no leme da embarcação, mas o mesmo não perdeu a navegabilidade
- PUB -