27 Junho 2022, Segunda-feira
- PUB -
InícioLocalMoitaFeira de formação e emprego junta centenas à beira-Tejo em busca de...

Feira de formação e emprego junta centenas à beira-Tejo em busca de um futuro melhor

Primeira edição do evento “Constrói o teu futuro!” quer ajudar jovens a procurarem o seu trabalho na região

 

- PUB -

A Feira de Formação e Emprego Barreiro-Moita termina esta quinta-feira, na zona da Avenida Marginal, numa iniciativa onde se encontram vários stands, acompanhados por demonstrações de profissões junto do público mais jovem, embora a iniciativa seja direcionada também a desempregados, com a realização de um vasto conjunto de workshops na sede do Centro Náutico Moitense, e que culmina esta tarde com a realização de um encontro de empresários no edifício dos Paços do Concelho, tendo atraído a esta zona do território centenas de pessoas.

A sessão de abertura contou com as presenças dos dois presidentes das autarquias moitense e barreirense, Carlos Albino e Frederico Rosa, respectivamente, e da representante do conselho de administração da Rumo, Rute Pires. O presidente da autarquia que acolhe a iniciativa, começou por destacar a realização desta primeira feira, tendo realçado que uma das prioridades do presente executivo passa por “dar as condições necessárias para proporcionar aos jovens emprego e qualidade” no território.

Carlos Albino reconhece que a primeira abordagem ao mercado de trabalho, a nível local, seja uma tarefa difícil, facto que leva à desmotivação e a que muitos decidam “procurar respostas noutros locais”. Para o edil é fundamental conseguir fixar a juventude no território, de modo a que esta percorra “o caminho de desenvolvimento económico que ambicionamos”, realçou.

- PUB -

“É com este objectivo, integrado nesta rede de empregabilidade, que a aposta na articulação com o sector empresarial [pretende] implementar o acesso ao emprego através da captação de ofertas e de melhoria das competências”, acrescentou, tanto para a população mais jovem, como para os adultos que se encontrem em situação de desemprego.

O autarca sublinha que a feira pretende “criar um espaço de divulgação das respostas formativas e de qualificação, bem como oportunidades de emprego a nível local, em estreita colaboração com recrutadores e com o tecido empresarial, reforçando a interligação entre as escolas, os centros de formação, a edilidade e as empresas, para a criação de respostas de melhor empregabilidade”. O edil destacou ainda que o presente executivo “vai continuar a promover a empregabilidade para pessoas com deficiência, em colaboração com as várias entidades do concelho e da nossa região”.

O presidente do município barreirense, por sua vez, defendeu que “o maior investimento que podemos fazer é em nós próprios, na educação e formação, independentemente da idade, e para isso são precisos parceiros, relações, network, tentarmos estender as nossas redes e ter em quem acredite em cada um”.

- PUB -

Frederico Rosa sublinhou que o mais importante “é acreditarmos em nós próprios e esta feira é um pouco a imagem de tudo isso, é estar na rua com toda a gente, com pessoas que querem participar, ajudar, instituições e escola pública, com instituições privadas e com pessoas que nos podem estender a mão e abrir um caminho”. O responsável disse ainda não ter dúvidas de que, na Moita ou no Barreiro, “as cidades só são fortes se tiverem mais qualificações e gente com […] maior ambição […] em fabricar talento”.

Rute Pires, também responsável pela Rede de Empregabilidade Barreiro-Moita, por sua vez, destacou que “este é um sonho que já nasceu há muitos anos e que surgiu após uma reunião de pessoas que decidiu montar esta feira virada para o rio”, afirmou, realçando que há vários anos são realizados fóruns locais dedicados ao desenvolvimento local e às questões para o desenvolvimento do rio Tejo e empresarial, situação agora alcançada.

A responsável lembrou que esta é uma iniciativa que foi construída ao longo de anos, com várias entidades da área da formação e empresas que agora vêm o evento tornar-se uma realidade, dado a sua importância “para os jovens conseguirem aqui descobrir o seu caminho e para os menos jovens obterem o seu emprego”, frisou.

Ofertas de trabalho melhoram qualificação profissional

António Pereira, vereador moitense responsável pelos pelouros da Educação e Assuntos Sociais, em declarações a O SETUBALENSE, afirmou que o evento “consegue ter um triângulo de diferentes ramos de actividade, que passa pelos processos de oferta de trabalho, qualificação profissional e de apoio aos desempregados, bem como de suporte aos projectos de vida das pessoas”, para que “sejam integradas no mercado de trabalho ou voltem a redefinir o seu projecto de vida ou profissional”.

Certame arrancou ontem na Moita e termina esta quinta-feira

O certame, sublinhou, conta atrair “toda uma comunidade e está direcionado para as pessoas desempregadas e para os jovens que estejam à procura da sua oferta formativa, mas também para que os empresários criem o emprego local e tenham uma forma de se aproximar das equipas que acompanham os desempregados”, sublinhando a presença na feira de empresas de recrutamento e de trabalho temporário, assim como associações locais para atrair a comunidade de ambos os concelhos e, deste modo, “conseguirem a sua oportunidade”.

Já a autarca do Barreiro responsável pelas mesmas áreas, Sara Ferreira, destacou que o evento pretende ajudar ambos os municípios “a perceberem o que podemos fazer em conjunto, para melhorar a empregabilidade […] com actividades que proporcionem aos jovens, ferramentas para conseguirem aceder ao mercado de trabalho”.

O evento, que chega hoje ao fim, conta igualmente com a presença da ETPM – Escola Técnica Profissional da Moita, para promover a sua oferta formativa no próximo ano lectivo, a par dos estabelecimentos de ensino do concelho, para que os presentes possam levar adiante os seus projectos de vida da melhor forma possível.

Comentários

- PUB -

Mais populares

“Queremos ser uma das maiores potências desportivas do distrito de Setúbal”

Tiago Fernandes, presidente do Juventude Sarilhense

Avó e mãe de Jéssica cantaram em programa da TVI enquanto menina estava sequestrada

Família materna da vítima marcou presença em caravana de “Uma Canção Para Ti” na véspera da morte da criança

Menina de três anos morre em caso suspeito de maus tratos pela ama

Criança apresentava ferimentos na boca e nariz e hematomas no corpo. Ama disse que tinha caído de uma cadeira no dia anterior
- PUB -