22 Maio 2022, Domingo
- PUB -
InícioLocalMoitaAssociação promotora anuncia final das “Blues Nights By BBBF”

Associação promotora anuncia final das “Blues Nights By BBBF”

Organização comunica termo de evento musical realizado no Fórum Cultural

 

- PUB -

A Associação BB Blues Portugal, que tem como missão principal promover este género musical a nível nacional, anunciou recentemente que, após oito anos, “deixaram de estar reunidas as condições para a continuidade do projecto Blues Nights By BBBF”, que durante este tempo levou ao Fórum Cultural José Manuel Figueiredo, na Baixa da Banheira, um certame que encheu de público aquele equipamento concelhio.

Em comunicado, publicado na página de Facebook da organização do evento, os promotores da iniciativa recordam que o certame trouxe ao município “músicos de excepção que vieram de todo o globo”, à freguesia da Baixa da Banheira, nomeadamente dos Estados Unidos, Austrália, Brasil, Argentina e Costa Rica, Reino Unido e Itália, Bélgica, Noruega, Países Baixos, entre outros, oriundos de vários pontos do país.

A iniciativa foi iniciada enquanto teste-piloto no espaço café-concerto do referido equipamento, tendo “o crescente sucesso” obrigado à transferência para o auditório do Fórum, onde “ficaram célebres muitas noites de grande celebração”, recorda a associação.

- PUB -

“Esta passagem permitiu apresentar dois concertos por noite, com um ‘openig act’, normalmente dedicado à promoção de novos projectos nacionais em que se estrearam no palco das Blues Nights, tendo sido um “espaço de colaboração entre músicos”, realça a organização do evento.

“Para a associação BB Blues Portugal foi um privilégio receber tantos músicos de excepção e um público fiel, dedicado e entusiasta”, refere, acrescentado que após estes oito anos “é com tristeza que a associação […] comunica, que deixaram de estar reunidas as condições para a continuidade do projecto”, afirmam em comunicado, realçando que foi “um privilégio receber tantos músicos de excepção e um público fiel, dedicado e entusiasta”.

Ainda assim, na mesma comunicação, a organização refere que pretende avançar com novidades acerca da realização do BB Blues Fest 2022 e que pretende continuar a promover este género musical em Portugal.

- PUB -

Evento foi criado em 2014 como extensão de festival

As Blues Nights By BBBF foram criadas em 2014, como extensão natural do BB Blues Fest e, segundo os promotores do evento, tiveram como objectivo concreto “manter activa ao longo de todo o ano a comunidade de espectadores do referido festival, funcionando igualmente “como palco experimental de novos projectos e palco de promoção contínua” do BB Blues Fest.

Ao longo de oito anos de certame, segundo os promotores do evento, foram realizadas 57 Blues Nights, que incluíram 74 concertos, 32 dos quais no espaço de café-concerto do Fórum, quatro dezenas no auditório e dois na zona exterior daquele espaço cultural.

Na mesma informação, a organização recorda que esta foi “uma programação de qualidade permanente”, com vencedores e nomeados dos Blues Music Awards, dos Grammys e do European Blues Challenge, além das grandes figuras nacionais do mesmo género musical.

Autarquia surpresa com posição da associação

O vereador da Cultura da Câmara da Moita, António Pereira, diz ter recebido “com surpresa esta informação sobre esta tomada de posição legítima” da associação promotora. O responsável autárquico afirmou, recentemente, em sessão extraordinária da Assembleia Municipal, que esta decisão é legítima, embora não tenha sido comunicada previamente ao município.

O autarca moitense mostrou o seu desagrado relativamente à posição tomada. “A nossa proposta era reduzir os apoios da comparticipação financeira no acerto que é [realizado]”, afirmou, lembrando que foi dada aos eleitos, em Setembro, a opção de tomarem medidas relativamente a projectos e actividades da edilidade.

O autarca lembrou que a câmara tem de avaliar muito bem todos os apoios – no caso baixar a comparticipação em mais de três mil euros –, referindo-se ainda aos custos indirectos que estão associados a estas iniciativas.

António Pereira lembrou aos deputados que em causa estão “custos indirectos que ultrapassam em três vezes aquilo que são os custos directos e a comparticipação” do município, lembrando que será necessário avaliar a questão.

Comentários

- PUB -

Mais populares

Piscina na urbanização dos Fidalguinhos está quase a sair do papel

Obra de 3,5 milhões de euros já tem projecto e concurso pode avançar ainda este ano. Futuro equipamento terá capacidade para cerca de 700...

Jovem sequestrado e violado em casa de banho da estação de comboios de Coina

Rapaz de 16 anos foi abusado por homem de 43. Violador está agora em prisão preventiva

Cidade perde rede de agentes com chegada da Transportes Metropolitanos de Lisboa

Rede com mais de uma dezena de estabelecimentos, construída pelos TST, desfeita com chegada de nova transportadora, prejudicando utilizadores mais velhos
- PUB -