21 Maio 2022, Sábado
- PUB -
InícioLocalMoitaUniversidade Sénior da Moita prossegue actividades após interregno forçado pela pandemia

Universidade Sénior da Moita prossegue actividades após interregno forçado pela pandemia

Alunos retomaram encontro com iniciativa realizada no Fórum Cultural

 

- PUB -

Os alunos da Universidade Sénior da Moita (UniSeM) voltaram a reunir-se na tarde de ontem, no auditório do Fórum Cultural José Manuel Figueiredo, na Baixa da Banheira, num encontro que contou com as presenças do vereador da Educação da Câmara da Moita, António Pereira, e do coordenador pedagógico, Joaquim Raminhos, numa conferência dedicada ao tema “Novos Saberes e Projectos de Vida – Um sentido para sermos felizes”.

O encontro, que teve como meta “assinalar o retomar da actividade lectiva” da instituição, no presente ano lectivo, incluiu um apontamento musical pela turma de Cante Alentejano.

Em declarações a O SETUBALENSE, o responsável camarário explicou que a tarde se enquadrou “no retomar de um novo ano lectivo, depois de dois anos de interrupção devido a uma crise sanitária e social, tendo optado [por esta decisão], antes de iniciar um novo ano lectivo no mês de Setembro”.

- PUB -

O responsável assinalou que o presente executivo está “a preparar, com uma nova coordenação pedagógica, um conjunto alargado de oferta e de propostas não formais, de aprendizagens ao longo da vida”.

“Estamos muito satisfeitos por continuar a contar com tantos alunos”, garantiu. Comentou ainda que apesar do tempo que se fez sentir, o município contou com uma elevada presença de alunos na iniciativa.

“Gradualmente, vamos desafiando os diversos parceiros e estamos a trabalhar com diferentes colectividades e juntas de freguesia, que já disponibilizaram os seus espaços para acolher estes grupos, para que possa existir muita escolha e oferta e para que as pessoas possam continuar a fazer aquilo que gostam”, afirmou António Pereira, que considera que os estudantes continuam “a ter projectos, a querer fazer e a ter interesses e motivações e é isso que importa”, sublinhou, destacando que a UniSeM é um espaço de aprendizagem e de convívio “onde muitas vezes são aprendizes e formadores”, realçou.

- PUB -

Joaquim Raminhos, coordenador pedagógico da UniSeM, saudou a presença de todos e das entidades que corresponderam ao convite da autarquia. “Registei com muito agrado a alegria do reencontro”, afirmou, mostrando-se satisfeito com o esforço que tem sido encetado para recomeçar as actividades.

“Aqui já ninguém pode considerar que está sozinho, sendo um dos nossos pilares o combate à solidão, no pântano da tristeza e estamos aqui solidários para nos entre ajudarmos nos momentos que não são fáceis”, assegurou, referindo-se à pandemia, à guerra e à seca.

“Estamos aqui para voltarmos com um abraço, com um sorriso e para reforçarmos amizades”, realçou o responsável, tendo salientado que este também é um dos propósitos da Universidade Sénior.

Raminhos assinalou a obtenção de novos saberes na UniSeM, assim como a dinamização de actividades sociais, culturais, educacionais e de convívio ao longo de cada ano lectivo, assim como “a promoção do desenvolvimento social e pessoal e, também, os princípios da solidariedade, do convívio e do lazer”, concluiu.

Comentários

- PUB -

Mais populares

Piscina na urbanização dos Fidalguinhos está quase a sair do papel

Obra de 3,5 milhões de euros já tem projecto e concurso pode avançar ainda este ano. Futuro equipamento terá capacidade para cerca de 700...

Jovem sequestrado e violado em casa de banho da estação de comboios de Coina

Rapaz de 16 anos foi abusado por homem de 43. Violador está agora em prisão preventiva

Cidade perde rede de agentes com chegada da Transportes Metropolitanos de Lisboa

Rede com mais de uma dezena de estabelecimentos, construída pelos TST, desfeita com chegada de nova transportadora, prejudicando utilizadores mais velhos
- PUB -