20 Maio 2022, Sexta-feira
- PUB -
InícioLocalMoitaProjecto-piloto de escola de mini-basket na Moita quer transformar prática desportiva em...

Projecto-piloto de escola de mini-basket na Moita quer transformar prática desportiva em ferramenta de inclusão

Iniciativa “Atreve-te a ser Grande!” envolve vários parceiros e pode catapultar jovens do Vale da Amoreira para outras modalidades

 

- PUB -

O recinto da Escola Básica do Vale da Amoreira foi palco, durante a manhã da última terça-feira, do lançamento do projecto-piloto de uma escola de mini-basket, promovida pela Street Life Academy e destinada a jovens dos oito aos 12 anos daquele estabelecimento de ensino, em parceria com a União de Freguesias da Baixa da Banheira e Vale da Amoreira e a Federação Portuguesa de Basquetebol.

Com o mote “Atreve-te a ser Grande”, a iniciativa contou com as presenças de João Costa, Secretário de Estado Adjunto e da Educação, Carlos Albino, presidente da Câmara da Moita e Bárbara Dias, responsável pelo executivo daquela Junta.

Em declarações a SETUBALENSE, o representante do Governo encarou o início do projecto “com bons olhos e entusiasmo”, tendo sublinhado que este tipo de actividades “transformam o desporto numa ferramenta para a inclusão social”.

- PUB -

Na sua perspectiva, a prática desportiva tem várias dimensões que considera serem “fundamentais” para os mais novos e que proporcionam “motivação, um cumprimento de regras, o saber estar em conjunto e perceber que numa equipa tem que haver alinhamento para que tudo funcione”.

Lançamento de iniciativa contou com visita surpresa de Carlos Costa, Secretário de Estado Adjunto e da Educação

Para João Costa, é importante que o desporto na escola assuma um factor de condução do bem-estar e de promoção da alegria, que envolva toda a comunidade, incluindo as próprias famílias.

“Há comunidades mais difíceis, com maiores problemas sociais e o Vale da Amoreira é um desses casos, pelo que, é aqui que estes projectos são urgentes e necessários”, referindo-se ao mesmo como “inspirador para outras escolas do país”.

- PUB -

Durante o lançamento da actividade, lembrou ainda que é nestes bairros que a educação faz todo o sentido, tendo parabenizado o papel exercido neste âmbito pelos professores.

Por sua vez, Carlos Albino, presidente da Câmara da Moita, considera que a iniciativa “é muito importante para que os jovens tenham acesso a melhores condições no exercício de uma prática desportiva que, para além da saúde, pode desempenhar um papel essencial em outras áreas das suas vidas”.

O edil destaca que o estímulo desta prática desportiva contribuirá para que as crianças gostem de jogar basquetebol, tanto nesta União de Freguesias como na Moita, esperando que “estas experiências possam catapultar [as mesmas] em outras modalidades, para saberem que tudo é possível se dedicarem-se com afinco à sua valorização”.

O presidente adianta que “a autarquia da Moita está em perfeita sintonia com o trabalho que está a ser feito pela União de Freguesias” e que “ainda estamos a estudar em que medida podemos acrescentar mais valor ao que já existe” no terreno.

José Manuel Lourenço, director daquele Agrupamento de Escolas, lembrou às dezenas de crianças presentes que Neemias Queta é actualmente o maior basquetebolista da freguesia, a jogar na NBA, nos Estados Unidos, sendo hoje “um exemplo de desportista”. Naquela altura, aproveitou a oportunidade para desejar aos jovens que “sejam melhores pessoas” e “para crescerem mais saudáveis, porque [desta forma poderão também] ter mais sucesso na escola”. 

Promoção da ética e dos valores do desporto

Bárbara Dias sublinha a importância do projecto “para a operacionalização do território” e recorda que esta escola “pretende incutir não só a prática do desporto, mas também outras componentes, tais como a questão da cooperação, do trabalho em equipa e da integração da própria comunidade”.

Inicialmente, o projecto arranca com 25 criança e pretende “promover a ética e os valores do desporto, contribuir para a reinserção social e a igualdade de acesso à prática do mesmo”. De acordo com a autarca, “o maior desafio é mesmo a questão financeira – num investimento de cerca de 4800 euros ao ano –, e isto para um orçamento de uma Junta que não é muito grande, terá um forte impacto por ir muito além da questão monetária”.

E acrescenta: “queremos ser a maior escola de basquetebol do país”, afirma, mostrando-se empenhada em elevar o nome do Vale da Amoreira, tanto a nível nacional como além-fronteiras.

Comentários

- PUB -

Mais populares

Dez dias de música em vários palcos da cidade de Setúbal com os melhores sons e vozes

O festival arranca com Pedro Abrunhosa, atravessa vários artistas e termina com Cuca Roseta

Piscina na urbanização dos Fidalguinhos está quase a sair do papel

Obra de 3,5 milhões de euros já tem projecto e concurso pode avançar ainda este ano. Futuro equipamento terá capacidade para cerca de 700...

Igor Khashin e Yulia Khashina: “O nosso trabalho de 20 anos foi destruído num dia”

Casal russo que está no centro da polémica com o acolhimento de refugiados ucranianos em Setúbal responde a todas as perguntas
- PUB -