1 Dezembro 2021, Quarta-feira
- PUB -
InícioLocalMoitaCapela da Misericórdia de Alhos Vedros volta a abrir portas à comunidade

Capela da Misericórdia de Alhos Vedros volta a abrir portas à comunidade

Obras de restauro devolvem espaço de culto à população da freguesia

 

- PUB -

O último domingo ficou marcado pela reabertura da Capela da Santa Casa da Misericórdia de Alhos Vedros, na Moita, que após um ano de obras de restauro e recuperação, pode agora voltar a servir a população local.

A cerimónia, realizada pelo Bispo de Setúbal, D. José Ornelas Carvalho, contou, entre outras personalidades, com a presença de Carlos Albino, presidente da Câmara Municipal, que demonstrou uma “enorme satisfação” pela reabertura do espaço de culto, considerado um “local emblemático do concelho”. Presente esteve ainda o provedor da Santa Casa, Miguel Canudo.

A intervenção, recorde-se, só foi possível “graças ao esforço conjunto da autarquia e do fundo Rainha D. Leonor”, que se juntaram à Santa Casa da Misericórdia de Alhos Vedros para que esta requalificação fosse uma realidade.

- PUB -

Entretanto, recentemente, a imagem de Nossa Senhora da Boa Viagem regressou à ‘alminha’ desta freguesia, isto depois de ter sido reabilitada pelos funcionários da Junta da mesma freguesia. A bênção teve lugar no passado sábado, num evento realizado pelo Padre Nuno Pacheco, que contou com a presença da vereadora Anabela Rosa.

[Fancy_Facebook_Comments language="pt_PT"]
- PUB -

Mais populares

Dirigir o Vitória Futebol Clube no feminino: as mulheres nos actuais órgãos sociais do clube sadino

Sara Ribeiro, Ana Cruz, Dulce Soeiro e Helena Parreira partilham as suas vivências no clube, cujo regresso à I Liga tanto anseiam   Quando questionadas sobre...

António Costa anuncia que Portugal vai pedir à União Europeia que Península de Setúbal passe a ser uma NUT II

O primeiro-ministro diz que a Península de Setúbal está a ser fortemente penalizada por estar integrada na estrutura nominal da AML  

Volkswagen anuncia novo investimento de 500 milhões na Autoeuropa nos próximos cinco anos

Valor vai ser aplicado "em produto, equipamento e infra-estruturas", explicou Alexander Seitz
- PUB -