22 Janeiro 2022, Sábado
- PUB -
InícioLocalMoitaRestaurar identidade da Raríssimas é grande objectivo da nova direcção

Restaurar identidade da Raríssimas é grande objectivo da nova direcção

Novos corpos sociais da Associação Nacional de Deficiências Mentais e Raras foram empossados no final da última semana

Os novos corpos sociais da Raríssimas – Associação Nacional de Deficiências Mentais e Raras, foram empossados no final da última semana, no decorrer de uma cerimónia que teve lugar na Casa dos Marcos, situada na Moita, após a instituição ter celebrado no passado mês de Abril o seu 19.º aniversário.

- PUB -

A nova lista de responsáveis, encabeçada pela presidente da direcção, Maria Júlia Cardoso, foi constituída a partir de um grupo de pais, familiares e amigos de utentes que tentavam intervir, desde há três anos, na vida da associação.

“Tomamos hoje posse, animados da vontade de bem-servir e sabemos, embora sem conhecer as circunstâncias particulares, que vamos encontrar grandes dificuldades, possivelmente a exigir medidas de emergência de ordem financeira”, afirmam, garantindo que “é com responsabilidade que as vamos enfrentar”.

A equipa agora empossada defende ter “uma visão estratégica” para o futuro, que assenta na ideia central de “restaurar a Raríssimas, reflectida na missão e objectivos estatutários e numa práctica que atingiu níveis de qualidade excelente”, que, entretanto, “se foi perdendo, a par da saída de mais de 80 técnicos e outros trabalhadores qualificados e experientes nos anos de 2018 e 2019”, adianta.

- PUB -

Para o fazer, os novos corpos sociais pretendem concretizar o lema com que se candidataram – “Mais do Nunca/Intervir e contar com Todos!” –, num projecto que tem como “orientação fundamental a defesa e a promoção dos direitos e interesses das pessoas com Deficiência Mental e Rara e suas famílias”, num “contributo efectivo para a construção de uma sociedade inclusiva, inscrita nas actuais agendas políticas”, quer a nível nacional como internacional e assente em valores como a solidariedade, equidade, cidadania e inovação.

Em declarações a O SETUBALENSE, Maria Júlia Cardoso, destacou que é com base nestas metas que a nova equipa “pretende trabalhar, porque há muito poucas instituições como esta em Portugal e, desde a primeira hora, a Raríssimas tem desempenhado um papel muito importante a esse nível”.

A responsável classifica esta nova fase como “uma continuidade do trabalho em prol das pessoas com Deficiência Mental e Rara” e, neste âmbito, na mesma altura e num acto simbólico, foi colocado no hall de entrada daquele equipamento um busto dedicado aos “Médicos e Doentes, um elo raro, eterno e inviolável”.

- PUB -

“Contamos com todos, com a forte mobilização dos sócios e das famílias dos nossos utentes, com o apoio empenhado da tutela e das autarquias”, e de forças sociais, como as associações congéneres, agentes de cultura, escolas, mecenato, do voluntariado e das “entidades de ciência e tecnologia que investem no estudo e tratamento das Doenças Raras”, sublinha.

Recuperar parceiros e criar Projecto Educativo Inclusivo

Entre as várias tarefas a levar a cabo, durante as próximas semanas, a responsável destaca que os corpos sociais “vão colocar-se a par das circunstâncias reais” em que se encontra a Raríssimas.

A presidente da direcção afirmou ainda que se vão “inteirar de como é que as coisas estão a correr e depois, temos os nossos próprios objectivos, que passam por falar com os trabalhadores, recuperar parceiros e manter uma ligação com todos os que têm colaborado com a instituição, nomeadamente, a Santa Casa da Misericórdia de Lisboa, que é um parceiro muito importante”, destacou.

Nos próximos tempos, a nova equipa deseja também poder colocar em marcha o Projecto Educativo Inclusivo. “Queremos estabelecer parcerias com instituições científicas e tecnológicas, para podermos fazer um trabalho de verdadeira inclusão dos nossos utentes e não apenas na Casa dos Marcos, mas também na delegação que sobreviveu na Maia”, frisou, sublinhando que a sustentabilidade “é essencial” para o futuro da Raríssimas.

Comentários

- PUB -

Mais populares

Pinhalnovense sem jogadores para jogar fez falta de comparência

A 12.ª jornada do Campeonato de Portugal ficou marcada pela falta de comparência do Pinhalnovense no jogo que deveria disputar em casa com o...

Entrada de luxo dos sadinos foi segredo para vencer U. Santarém e subir ao 2.º lugar

Varela (bisou) e Zequinha fizeram os golos desta quinta-feira no Bonfim

MP acusa médico do Centro Hospitalar de Setúbal de homicídio por negligência em caso de morte de bebé num parto

Os factos ocorreram no dia 06 de Fevereiro de 2018, nos serviços de urgência de obstetrícia e estão relacionados com o parto de um feto morto
- PUB -