21 Junho 2021, Segunda-feira
- PUB -
Início Local Moita Laboratório para desenvolver variedades regionais cria novos produtos na Quinta Pedagógica do...

Laboratório para desenvolver variedades regionais cria novos produtos na Quinta Pedagógica do Castanheiro

Espaço constitui uma ferramenta essencial para aplicar vertente técnica junto de alunos

 

- PUB -

A Quinta Pedagógica do Castanheiro, na Escola Técnica Profissional da Moita (ETPM), agrega desde o passado mês de Abril um Laboratório de Desenvolvimento de Variedades Regionais, orientado pelos engenheiros José Nunes Caninhas e João Limas, que tem por objectivo a “produção e melhoramento de frutos hortícolas de origem regional, ou comprovadamente adaptados, com vista à sua promoção e comercialização”.

De acordo com a ETPM, o laboratório em causa aposta ainda na utilização daqueles e de novos produtos, com base na sua transformação, destacando “a consolidação das aprendizagens e desenvolvimento de competências técnicas dos alunos do curso Técnico de Produção Agro-pecuária.

Aquela escola de ensino profissional recorda que desde os tempos mais remotos, provavelmente ainda antes da sua nacionalidade, que “a região a sul do Tejo tem uma forte ligação à agricultura e à pecuária”, tendo o seu posicionamento geográfico e as suas condições edafoclimáticas, tornado esta zona numa das “principais fontes de abastecimento de hortofrutícolas para a capital”.

- PUB -

Actualmente, são vários os concelhos que ainda detêm “uma importante quota de produção em determinados produtos” e esta antiguidade, fez com que “aqui nascessem várias variedades de frutas e legumes, assim como, outros que não sendo oriundos daqui se adaptassem como em mais nenhum outro local”, pode ler-se no enquadramento do projecto.

Face a esta realidade, “no tempo em que vivemos, torna-se imperativo a preservação destes produtos locais, cada vez mais valorizados pelos profissionais do sector da restauração, assim como, pelos consumidores”, acrescenta a ETPM, que aposta na inovação e na rentabilização dos seus projectos para motivar os jovens que neles participam, colaboram e aprendem.

Refira-se que a Quinta Pedagógica do Castanheiro constitui uma ferramenta essencial da escola para a vertente técnica dos alunos do curso Técnico de Agro-pecuária e é “um local de aprendizagens e contacto com a natureza e com os animais”, que permite aos jovens estudantes e às crianças que frequentam o Colégio Corte Real, desenvolverem variadas capacidades e competências.

- PUB -

“Além de tudo isto, a Quinta ainda nos permite momentos de reflexão e de meditação com excelentes finas de tarde, a todos os que por ela passam”, acrescenta a Escola Técnica Profissional da Moita. Recorde-se que o curso Técnico de Produção Agro-pecuária, permite aos alunos analisar, observar e cuidar, desenvolvendo actividades agrícolas e pecuárias em comunhão com a natureza.

Quando formado, este técnico tem por principais actividades ser responsável pela gestão operacional de produtos e equipamentos, e por organizar e planear todas as tarefas necessárias para o sucesso da exploração.

- PUB -

Mais populares

Moradores de cooperativas em Azeitão preocupados com leilão das suas casas

Os moradores da Cooperativa de Habitação e Construção Económica Bairro dos Trabalhadores, em Azeitão, foram recentemente surpreendidos com a informação de que as suas...

Burger King abre este Verão na Quinta Fonte da Prata

Novo espaço vai criar 20 postos de trabalho e terá Drive In disponível   O novo restaurante da cadeia norte-americana Burger King, cuja estrutura encontra-se em...

Nuno Pinto: “Para o ano voltaremos a tentar ainda mais fortes”

“Sem sombra de dúvidas, foi a temporada mais complicada da minha carreira”, afirma.
- PUB -