16 Abril 2024, Terça-feira
- PUB -
InícioLocalBarreiroCâmara do Barreiro e GNR tentam identificar dono de cabras que entraram...

Câmara do Barreiro e GNR tentam identificar dono de cabras que entraram em cemitério

Autarquia explicou que nenhuma campa foi danificada devido a esta ocorrência

 

- PUB -

A Câmara Municipal do Barreiro, abriu um processo de identificação, em colaboração com a GNR, do dono de um rebanho de cabras que entrou num cemitério na zona rural de Palhais.

O Jornal de Notícias noticiou esta terça-feira que um rebanho de cabras invadiu o cemitério municipal de Palhais, em Março, destruindo jarras de flores de várias campas.

Alguns moradores da zona referiram ao JN que “é comum” os animais andarem a circular “sem qualquer vigilância”.

- PUB -

Na sequência deste caso, a autarquia explicou que nenhuma campa foi danificada devido a esta ocorrência, mas que está em curso um processo de identificação do dono do rebanho, em colaboração com a Guarda Nacional Republicana.

“Posteriormente, quando obtivermos essa mesma informação, iremos notificar as famílias e dar-lhes conta do ponto de situação”, adianta a Câmara Municipal do Barreiro.

Numa informação enviada à agência Lusa, a autarquia acrescenta que irá adotar as medidas previstas no regulamento municipal sobre apascentamento de animais e sua permanência e trânsito em espaço público, aprovado em 2021.

- PUB -

Segundo o regulamento, é proibido apascentar animais em espaços do domínio público e privado municipal e outros espaços privados de forma irregular e sem autorização do proprietário, estando previstas coimas de 100 a 2.500 euros.

- PUB -

Mais populares

José Mourinho: “Dá-me prazer que as pessoas conheçam as minhas origens”

Técnico sadino em Setúbal para gravar com a Adidas e “mostrar ao mundo” a cidade onde nasceu e cresceu

Lisnave distribui mais de três milhões de euros pelos trabalhadores

Prémio é justificado com resultado obtido no ano passado, descrito o "melhor desempenho de sempre"

Sistema Navegante indisponível no fim-de-semana mas transportes circulam normalmente

Falha é devido a uma “pausa temporária para actualizações com vista à simplificação e implementação de melhorias de performance”
- PUB -