6 Outubro 2022, Quinta-feira
- PUB -
InícioLocalBarreiroCâmara beneficia controlo microclimático, visual e acústico do Parque da Cidade

Câmara beneficia controlo microclimático, visual e acústico do Parque da Cidade

Obras ascendem a 63 mil euros e vão melhorar espaço verde do município

 

- PUB -

O Parque da Cidade do Barreiro está a ser alvo até final deste mês, de um projecto camarário que pretende beneficiar o controlo microclimático, visual e acústico desta área verde do concelho, numa obra financiada como parte da resposta da União Europeia à situação pandémica, através do REACT-EU, iniciativa de assistência à recuperação para a coesão e os territórios europeus.

A intervenção, que é realizada ao abrigo do FEDER, está orçada em mais de 63 mil e 600 euros e consiste na plantação de 200 árvores nesta zona do município, assim que a operação for dada por concluída. O plano em causa, com excepção de alguns trabalhos do sistema de rega, pretende ainda melhorar as zonas de desportos radicais e do jardim aventura, assim como os percursos pedonais e as áreas envolventes ao curso de água ali existente, dotando-as de mais ensombramento e qualidade de estadia.

A intervenção prevê ainda a beneficiação do sistema de rega, com a instalação no local do equipamento para a centralização da rega automática, tornando em simultâneo este espaço verde “mais aprazível”.

- PUB -

Situado na União de Freguesias do Alto do Seixalinho, Santo André e Verderena, este espaço é um dos mais utilizados pela população e palco de múltiplos eventos promovidos pela autarquia, dada a sua centralidade. Inclui ainda uma diversidade ecológica considerada “apreciável” e integra sistemas secos e húmidos, com cabeços e zonas baixas aplanadas, além de vistas para o rio Coina e para as áreas urbanas que circundam o parque.

Contactado pelo O SETUBALENSE, Rui Braga, vice-presidente da autarquia, acredita em melhorias após ser realizada a mudança. “Com essa intervenção vamos melhorar o nosso parque, tornando-o mais aprazível, verde e confortável para quem o visita”.

O vereador lembra também algumas preocupações que existem. “A preocupação com a adaptação às alterações climáticas é uma realidade e este projecto é, mais um que demonstra a preocupação da Câmara relativamente a este tema”. Na posse dos condes de Castelo Melhor, em 1927, a Quinta da Maceda, anteriormente situada naquele terreno, deu lugar à instalação de uma corticeira, tendo sido adquirido mais tarde pela autarquia, em 1985, e aberto ao público como Parque da Cidade no ano de 2008.

Comentários

- PUB -

Mais populares

Colisão contra portagens na A2 em Coina causa vítima mortal

Viatura bateu contra os pórticos das portagens e acabou por se incendiar

Primeira pedra de construção de empreendimento à beira-rio lançada no município do Barreiro

Novo espaço habitacional pretende atrair famílias locais e jovens a um preço razoável   O lançamento da primeira pedra de construção do novo empreendimento que vai nascer...

Acidente de trabalho com um reboque faz um morto e um ferido

Vitimas estavam a trabalhar debaixo da estrutura que lhes caiu em cima
- PUB -