1 Outubro 2022, Sábado
- PUB -
InícioLocalBarreiroFestas Populares do Barreiro arrancam com concerto de Blaya

Festas Populares do Barreiro arrancam com concerto de Blaya

Cantora, compositora, bailarina e geradora de reacções inflamadas, Blaya abre hoje as Festas de Nossa Senhora do Rosário no Barreiro

 

- PUB -

Foi com os Buraka Som Sistema que ganhou notoriedade quando foi convidada para integrar o grupo, em 2008. Até 2016, ano da suspensão de atividade da banda por tempo indeterminado, o grupo percorreu o mundo com marcantes atuações em festivais internacionais, com destaque para o americano Coachella e o Rock in Rio Brasil, e portugueses como o Meo Sudoeste.

Recuando no tempo, Blaya é o nome artístico de Karla Regina Francelino Rodrigues. A cantora nasceu em terras de Vera Cruz há 35 anos e veio para Portugal ainda em criança com os seus pais. Andou pelo Algarve e Alentejo e, aos 16 anos, instalou-se em Sines, onde viria a assistir pela primeira vez a um concerto dos Buraka.

Mais tarde, colaborou com Tom Barman do grupo ‘dEUS’ e, em 2013, editou o disco “Blaya”. Pela banda, a cantora deixou marca no disco ‘Komba’, em 2011, e ‘Buraka’, em 2014.

- PUB -

Com o fim dos Buraka Som Sistema, Blaya continuou em grande destaque nas redes sociais, gerando reações emotivas, quer em relação à exposição das opções da sua vida pessoal, quer a comentários musicais.

No início de 2018, a artista lançou o single “Faz Gostoso”, no qual canta com sotaque brasileiro. O disco tornou-se um enorme sucesso, liderando o top de vendas de singles durante mais de um mês, e o vídeo no Youtube obteve mais de 24 milhões de visualizações em cerca de 6 meses. O ponto alto viria com a cantora Madonna, que gravou uma versão do tema para o álbum “Madame X”, em 2019.

“Blaya con Dios”, álbum de 2019, está agora, após o período pandémico, em força nos concertos da artista, que continua sempre polémica.

- PUB -

Sem dúvida um concerto “explosivo” a abrir as Festas do Barreiro.

  • Opinião Musical

 

Comentários

- PUB -

Mais populares

Transportes em Setúbal: “Isto não está mau. Está péssimo!”

Reuniões com a população expõem drama de grandes dimensões contado em testemunhos trágico-cómicos

Alsa Todi não verá mais um cêntimo de Palmela se não cumprir o contrato

Município está indisponível para continuar a financiar o sistema e reclama à TML a aplicação de penalidades à operadora

Bombeira grávida de sete meses diz-se ‘injustamente dispensada’ de serviço

Autoridade para as Condições do Trabalho esteve no quartel da associação
- PUB -