9 Agosto 2022, Terça-feira
- PUB -
InícioLocalBarreiroBarreiro conclui obras de 2,7 milhões para extensão do serviço de águas...

Barreiro conclui obras de 2,7 milhões para extensão do serviço de águas residuais

Autarquia barreirense deu por terminada intervenção em várias zonas do território

 

- PUB -

O município do Barreiro deu por concluídas esta semana as obras cofinanciadas pelos fundos comunitários do POSEUR, no valor de dois milhões e 725 mil euros, referentes à extensão do serviço de Águas Residuais, no subsistema da ETAR Barreiro/ Moita, numa intervenção suportada pela União Europeia em mais de 2,1 milhões.

As infra-estruturas de drenagem construídas, adianta a autarquia, localizam-se em vários pontos do território, nas Áreas Urbanas de Génese Ilegal (AUGI), na União de Freguesias do Alto do Seixalinho, Santo André e Verderena e na freguesia de Santo António da Charneca, assim como na União de Freguesias de Palhais e Coina.

As intervenções realizadas, informa a câmara, tiveram como objectivo “aumentar a acessibilidade física ao sistema de drenagem de águas residuais e a expansão da rede de colectores, especialmente em AUGI’s, onde não existia a recolha de águas residuais domésticas, sendo as descargas efectuadas individualmente para fossas sépticas”.

- PUB -

As obras realizadas incluíram ainda a expansão e remodelação de redes em zonas urbanas, onde “ainda não havia ligação dos sistemas de drenagem ao sistema de tratamento de águas residuais”, adianta a edilidade. Neste âmbito, a operação foi executada pela autarquia por fases e dividida por lotes, dada “a sua complexidade”, sublinha.

No total, foram construídos 13,5 quilómetros de colectores gravíticos, 569 ramais e seis Estações Elevatórias de Águas Residuais (EEAR), com 1,6 km de condutas elevatórias, estimando-se que estejam abrangidos por estas intervenções mais 1392 habitantes. “Contámos sempre com o apoio da população local onde se realizaram as obras, que apesar dos incómodos colaboraram sempre na sua concretização”, adianta a autarquia.

Ligações em curso na nova rede de drenagem

- PUB -

Em 2016, cerca de 7% dos alojamentos existentes no território “não eram servidos por rede de drenagem e/ou não tinham tratamento de águas residuais adequado”, informou a câmara. Neste momento, segundo o actual executivo e dadas as variadas intervenções “o Barreiro tem apenas cerca de 2% de alojamentos” sem sistemas com este tipo de tratamento adequado.

Dado a conclusão das referidas intervenções, actualmente, ainda “estão em curso, nas áreas que passaram a ser servidas com nova rede de drenagem, as ligações de todas as edificações existentes” à rede executada, em coordenação com os respectivos proprietários, tendo sido construídas as caixas de ramal de saneamento nos pontos mais favoráveis para possibilitar as ligações prediais.

Com estas intervenções, o município conta atingir menos de 1% de alojamentos não servidos por rede com tratamento adequado, contribuindo “para a utilização da máxima capacidade” da ETAR Barreiro/Moita, numa medida que se assume como “relevante na preservação do ambiente e do desenvolvimento económico e social” do concelho.

Comentários

- PUB -

Mais populares

Histórica estação rodoviária na 5 de Outubro vai dar lugar a supermercado Continente

Edifício está a ser alvo de estudos há cerca de uma semana, com o objectivo de abrir espaço do grupo Sonae

Hospital da Luz Setúbal confirma nova clínica no centro da cidade

Dr. José Ferreira Santos, director clínico do estabelecimento, confirma pólo adicional para aproximar clientes do centro hospitalar

João Martins: “Deixo uma casa com bom nome e reconhecida”

Criou, desenvolveu e consolidou a Escola Profissional do Montijo (EPM). Ao fim de 29 anos e uns pozinhos, o professor decidiu passar o testemunho
- PUB -