20 Agosto 2022, Sábado
- PUB -
InícioLocalBarreiroUtentes do Hospital Barreiro-Montijo manifestam-se contra encerramento das urgências de obstetrícia e...

Utentes do Hospital Barreiro-Montijo manifestam-se contra encerramento das urgências de obstetrícia e ginecologia

Acção teve lugar na última quinta-feira, frente àquele equipamento de saúde

 

- PUB -

A Comissão de Utentes de Saúde do Barreiro (CUSP) associou-se, no último dia 30, à acção conjunta promovida pela comissão da península de Setúbal, numa manifestação que teve lugar junto à entrada do Centro Hospitalar Barreiro Montijo (CHBM), contra o encerramento das urgências de obstetrícia e ginecologia, tendo os participantes se mostrado unidos pelo reforço do Serviço Nacional de Saúde (SNS).

“No Barreiro foram muitos os que se juntaram à luta, porque a saúde é um direito”, lembra a CUSB, face “à inoperância e à falsa e demagógica retórica do Governo, do faz que faz, mas não faz”. Em carta aberta à população, os membros da organização lembraram o adiamento que põe em prática as resoluções aprovadas para “um verdadeiro SNS” e denunciaram “a grave situação” que se vive na região relativamente a esta matéria.

A acção teve por meta contestar o encerramento dos referidos serviços, que dizem estar associados “ao desinvestimento que se tem feito no SNS”.

- PUB -

O assunto foi ainda levantado no decorrer da Assembleia Municipal da última quinta-feira, tendo o edil socialista Frederico Rosa sido questionado sobre a futura construção do Centro de Saúde no Alto do Seixalinho e qual o ponto de situação relativamente à edificação deste equipamento no território.

Na altura, o autarca foi ainda confrontado com a situação do eventual encerramento do Centro de Saúde na freguesia de Coina que, a verificar-se, irá “deixar a população sem acesso a cuidados de saúde proximidade”.

Comentários

- PUB -

Mais populares

Mulher morre em colisão entre dois veículos em Grândola

Uma colisão frontal entre dois veículos ligeiros na Estrada Nacional 261, no cruzamento do Carvalhal, provocou, esta tarde, um morto e dois feridos graves.

Ana Catarina Gonçalves: A grandolense que arriscou e conseguiu montar um ‘império’ na vertente das explicações

Com apenas 21 anos, começou a acompanhar algumas crianças por brincadeira. Hoje, passados cinco anos, emprega três dezenas de professores

Acidente de viação no Montijo provoca três mortos

Colisão frontal provocou a morte de dois homens, de 26 e 32 anos, e de uma mulher, de 24 anos
- PUB -