10 Maio 2021, Segunda-feira
- PUB -
Início Local Barreiro Vereador do PSD no Barreiro propõe Plano de Apoio à Economia e...

Vereador do PSD no Barreiro propõe Plano de Apoio à Economia e às Famílias

Bruno Vitorino lembra que é preciso minimizar efeitos da pandemia

 

- PUB -

O vereador do PSD na Câmara do Barreiro, Bruno Vitorino, apresenta ao final da tarde desta quarta-feira, pelas 17h30, em reunião daquela autarquia, uma recomendação para implementação de um Plano de Apoio à Economia e às Famílias desta comunidade. O plano tem por objectivo “minimizar os efeitos da pandemia” e ajudar “quem mais precisa neste momento difícil” vivido a nível socioeconómico.

“Muitas famílias, empresas e instituições estão já a atravessar uma crise sem precedentes”, sublinha o autarca social-democrata. “A incapacidade do governo em prestar auxílio e dar apoios justos e que cheguem em tempo útil, tem levado à perda de milhares de postos de trabalho, bem como ao encerramento de muitas micro, pequenas e médias empresas, em especial no comércio local”, sublinha.

Bruno Vitorino adianta que também as instituições sociais “começam a não ter capacidade de dar resposta ao crescente número de solicitações de famílias que precisam de apoio, e que são cada vez mais”, explicando que muitas têm “dificuldades em honrar os seus compromissos”. Neste âmbito, defende que é “imperativo, que as Câmaras Municipais se reinventem” e “que percebam que a sua acção pode fazer a diferença”.

- PUB -

Ao longo do último ano, o autarca barreirense tem apresentado várias medidas que considera serem “sérias e sustentáveis” para o território e que “permitiriam aliviar os encargos financeiros para as famílias e empresas, bem como ajudar instituições”.

“Tentámos contribuir com várias propostas, tendo sido poucas aquelas que vimos materializadas”, lamenta, acusando a maioria PS de continuar a “apostar em obras que não são prioritárias, nem reprodutivas, onde se gastam milhões de euros”. Parte dessas verbas, refere, deviam “ser canalizadas para a ajuda às famílias, empresas e instituições”.

Ao nível do apoio às famílias, o vereador do PSD sugere o “reforço das verbas para as cantinas sociais” e a criação de mais locais de ajuda alimentar a quem necessite. A redução do IMI para quem teve quebras de rendimento devido à Covid e a continuação da aplicação do IMI Familiar são outras das medidas apontadas, e que, incluem ainda a redução do IRS para a classe média, através da redução da participação variável receita do município, e a redução da factura da água para toda a população que viu agravada a mesma, em virtude do tempo que passou confinada.

- PUB -

Do rol de propostas, consta igualmente a criação de um apoio especial a desempregados, trabalhadores em apoio à família ou em lay-off, através de vales de compra a descontar no comércio concelhio. O vereador vai mais longe e enumera a distribuição gratuita de máscaras e álcool gel à população idosa e famílias carenciadas.

No âmbito das medidas a apresentar, o autarca dá especial ênfase à criação de um programa de apoio à manutenção da habitação, ao nível financeiro – seja própria ou arrendada –, durante um período a definir, para ajudar que foi mais afectado.

Injectar dinheiro na economia local

O plano proposto por Bruno Vitorino destaca ainda a necessidade do presente executivo “injectar dinheiro na economia local”, com o estudo de apoios sector a sector e em áreas como bares e discotecas, venda ambulante, carrosséis e agentes culturais, com critério objectivos que visam ajudar “todo (e não somente alguns)”.

Comprar às empresas barreirenses, sempre que seja possível, a prorrogação do prazo de licenciamento, multas, execuções fiscais e outros, até decisão em contrário, são outras das propostas apontadas pelo vereador, que recorda a importância em “isentar até ao final do ano as taxas de esplanada, toldos e outras de carácter municipal” que são aplicadas, normalmente, aos comerciantes.

No que toca às instituições, o autarca deixa como sugestões a isenção do pagamento da factura da água, a distribuição de materiais de protecção individual e o apoio financeiro extraordinário às IPSS e ao Movimento Associativo, para que possam continuar a cumprir as suas obrigações, especialmente, “durante o período em que estiverem sem actividade”.

- PUB -

Mais populares

Barcos da Transtejo/Soflusa param travessia do Tejo a 20 de Maio

Na reunião de hoje com a administração da empresa, e conforme o que tinha sido decidido em plenário de trabalhadores da semana passada, o...

Sindicato não aceita aumentos de salários propostos pela administração da Autoeuropa

Administração da fábrica da Volkswagen em Palmela quer acordo que prevê aumentos salariais a três anos em função da taxa de inflação, sindicato contesta

Empresa dedicada à comercialização de canábis chega a Setúbal com nova unidade no parque BlueBiz

Espaço servirá para pós-colheita da planta medicinal. Produtora escolheu a cidade sadina “por possuir excelentes acessibilidades e oferecer flexibilidade nas suas instalações”   A empresa Clever...
- PUB -