1 Outubro 2022, Sábado
- PUB -
InícioLocalAlmadaAssociação Humana Circular reconhece fidelização da Câmara Municipal de Almada na consciência...

Associação Humana Circular reconhece fidelização da Câmara Municipal de Almada na consciência ambiental

Rui Carvalheira afirmou que a autarquia quer reforçar o compromisso ambiental e social em Almada

 

- PUB -

A Câmara Municipal de Almada foi uma das onze entidades públicas e privadas do País reconhecida com um dos Prémios Humana Circular 2021. A distinção foi entregue na categoria Fidelização, por ser “uma das parcerias mais antigas” desta associação sem fins lucrativos e “pelo seu compromisso com a consciência ambiental”.

O município integra assim o leque das entidades que se destacaram através de iniciativas de inclusão social, gestão eficiente dos resíduos, promoção do desenvolvimento sustentável e de modelos económicos circulares.

“Estamos agradecidos à Humana pela parceria. Queremos reforçar o nosso apoio à associação e também o nosso compromisso ambiental e social em Almada”, destacou Rui Carvalheira, director Municipal dos Serviços Urbanos da Câmara de Almada, na cerimónia de entrega dos prémios, a 18 de Novembro.

- PUB -

Sónia Almeida, responsável pela recolha dos têxteis em Portugal, sublinhou que a Humana aplaude “o trabalho dos municípios e empresas que promovem a recolha selectiva de têxteis”, e acrescentou: “Estamos perante uma oportunidade e um enorme desafio para dar o impulso definitivo à gestão adequada deste recurso, fiel à hierarquia de resíduos e a um modelo económico circular, em que prevaleça a prevenção e reintrodução dos têxteis na cadeia produtiva, prolongando o seu ciclo de vida”.

A associação Humana trabalha, desde 1998, a favor da protecção do meio ambiente através da reutilização têxtil e realiza tanto programas de cooperação para o desenvolvimento em Moçambique e na Guiné-Bissau como de apoio local em Portugal.

Em 2020 recuperou 2 923 toneladas de têxteis usados em Portugal, sendo que as peças de vestuário provêm dos 838 contentores, onde os cidadãos depositam as roupas, calçado, acessórios e têxteis que já não utilizam e aos quais a associação dá uma segunda vida.

- PUB -

A reutilização e reciclagem dos têxteis contribui para poupar recursos, proteger o ambiente e combater as alterações climáticas. De acordo com a Comissão Europeia, cada quilo de roupa reutilizada e não incinerada evita a emissão de 3169 kg de CO2.

Comentários

- PUB -

Mais populares

Transportes em Setúbal: “Isto não está mau. Está péssimo!”

Reuniões com a população expõem drama de grandes dimensões contado em testemunhos trágico-cómicos

Alsa Todi não verá mais um cêntimo de Palmela se não cumprir o contrato

Município está indisponível para continuar a financiar o sistema e reclama à TML a aplicação de penalidades à operadora

Bombeira grávida de sete meses diz-se ‘injustamente dispensada’ de serviço

Autoridade para as Condições do Trabalho esteve no quartel da associação
- PUB -