12 Junho 2024, Quarta-feira

- PUB -
Preservar a história e a identidade local

Preservar a história e a identidade local

Preservar a história e a identidade local

Um guardião do passado e uma fonte de conhecimento para as gerações presentes e futuras

 

Por entre a beleza natural de Alcochete, está a riqueza cultural da vila ribeirinha. O Museu Municipal de Alcochete destaca-se como um guardião do passado e uma fonte de conhecimento para as gerações presentes e futuras. É neste espaço que a história, a tradição e a identidade local são preservadas com dedicação e cuidado.

- PUB -

Ao entrar no Museu Municipal de Alcochete, os visitantes são transportados para uma viagem no tempo, explorando as raízes culturais e históricas da vila. Através de exposições e colecções abrangentes, o museu narra a história da comunidade alcochetana, desde os tempos antigos até os dias actuais.

O Museu Municipal de Alcochete, com mais de três décadas de existência e integrado na Rede Portuguesa de Museus desde 2001, é constituído por dois núcleos de exposição permanente – o Núcleo Sede e o Núcleo de Arte Sacra.

 

- PUB -

 

 

Núcleo Sede

- PUB -

O Núcleo Sede instalado num edifício adquirido e adaptado para esse fim, abriu ao público a 13 de Agosto de 1988. Este aborda diferentes temáticas, apresentando no seu percurso os momentos mais importantes da história de um concelho com uma estreita relação com o Rio Tejo.

A apresentação das colecções baseia-se em critérios históricos e cronológicos, revelando-se prioritária a valorização do património local. A sua colecção de arqueologia integra vestígios dos períodos paleolítico, neolítico e da época romana, resultantes de escavações efectuadas na área geográfica do concelho.

Uma colecção etnográfica deu origem a diversas áreas de exposição, evidenciando-se a importância de actividades de carácter marítimo, onde a salicultura, a construção naval e o transporte fluvial se complementaram, desenvolveram e deram origem a crenças e festividades.

 

Núcleo De Arte Sacra

Em 1993, na sequência de um protocolo estabelecido entre a Santa Casa da Misericórdia de Alcochete e a câmara alcochetana, após profundas obras de recuperação na Igreja da Misericórdia, instalou-se e abriu ao público, a 21 de Novembro de 1993, o Núcleo de Arte Sacra do Museu Municipal.

O Núcleo de Arte Sacra apresenta um percurso expositivo que reflecte a qualidade da colecção de pintura que integra, com destaque para o retábulo do altar-mor e para a bandeira da Misericórdia, uma das mais antigas do país, atribuída a Francisco de Campos.

Integra, ainda, um notável conjunto de peças de diversas tipologias, sendo o grande destaque a colecção de escultura, três peças em calcário policromado, datadas dos séculos XIV-XV, provenientes de trabalhos de escavações arqueológicas realizadas na antiga igreja de Santa Maria da Sabonha (Freguesia de São Francisco).

Partilhe esta notícia
- PUB -

Notícias Relacionadas

- PUB -
- PUB -