9 Fevereiro 2023, Quinta-feira
- PUB -
InícioLocalAlcocheteApreendidos 165 quilogramas de amêijoa japónica em Alcochete

Apreendidos 165 quilogramas de amêijoa japónica em Alcochete

Acção de fiscalização dirigida à captura ilegal de bivalves resultou ainda na apreensão de uma embarcação

 

- PUB -

As autoridades policiais apreenderam 165 quilogramas de amêijoa japónica e uma embarcação, durante uma ação de fiscalização dirigida à captura ilegal de bivalves no concelho de Alcochete, distrito de Setúbal, foi ontem divulgado.

Durante a operação no rio Tejo, realizada pela Polícia Marítima de Lisboa, em colaboração com a GNR de Alcochete, foram “intercetadas e fiscalizadas duas viaturas, com cinco ocupantes, que transportavam um total de 165 quilogramas de amêijoa japónica”, explicou a Autoridade Marítima Nacional em comunicado.

A captura desta espécie “encontra-se proibida, sem a devida documentação de Registo de Moluscos Bivalves Vivos, Equinodermes e Tunicados”, explicou.

- PUB -

“Os ocupantes das viaturas foram devidamente identificados pelas autoridades por suspeita de prática da atividade de captura e transporte ilegal de bivalves”, tendo sido ainda “elaborados os respetivos autos de notícia”, acrescentou.

A Autoridade Marítima Nacional detalhou ainda no comunicado que os 165 quilogramas de amêijoa japónica foram apreendidos para posterior destruição.

No decorrer da ação foi também identificada e apreendida uma embarcação que terá sido utilizada na atividade de captura e transporte dos bivalves, conclui esta autoridade na nota de imprensa.

Comentários

- PUB -

Mais populares

Estação de combustível da Repsol assaltada esta tarde em Setúbal

Indivíduo fugiu com o dinheiro da caixa. Ameaçou os funcionários com uma faca. Já são três os assaltos registados nos últimos quatro dias

Novo 10 de portas fechadas após polémica que envolve dívida de 700 mil euros

Empresário apresentou proposta ‘promissora’, que acabou por deixar proprietário do espaço de mãos a abanar

Café na baixa de Setúbal assaltado esta manhã

Crime decorreu por volta das 10h30, com a proprietária a pedir ajuda a comerciantes e pessoas que transitavam perto do local
- PUB -