25 Maio 2022, Quarta-feira
- PUB -
InícioLocalAlcocheteCâmara de Alcochete isenta centena e meia de alunos carenciados do pagamento...

Câmara de Alcochete isenta centena e meia de alunos carenciados do pagamento das refeições escolares

Medida representa “facturação diária de 108,77 euros que o município, indirectamente, reverte a favor das famílias”

 

- PUB -

A Câmara Municipal de Alcochete volta este ano lectivo a isentar os alunos com escalão B da Acção Social Escolar (ASE) do pagamento das refeições escolares, “tendo em conta as dificuldades económicas das famílias e o aumento dos pedidos de apoio alimentar”.

A decisão, aprovada por unanimidade na reunião do passado dia 3, abrange 149 estudantes, que “tinham de pagar 50% do valor da refeição”, ou seja “0,73 cêntimos”.

Desta forma, o passo dado “representa uma facturação diária de 108,77 euros que o município, indirectamente, reverte a favor das famílias”, explica a edilidade em comunicado.

- PUB -

“Com efeitos retroactivos a 1 de Outubro”, a isenção vai vigorar “até ao final do ano lectivo 2021/2022”, sendo que “esta medida já tinha sido implementada, para apoiar as famílias face aos efeitos da pandemia” de covid-19.

“É mais um investimento na educação, que irá fazer toda a diferença”, disse Maria de Fátima Soares, vice-presidente e vereadora da Educação. Em seguida, lembrou que “o executivo oferece aos alunos dos escalões A e B um lanche diário” e que “alargou ao pré-escolar o programa de entrega de fruta, duas vezes por semana, uma vez que, por lei, esta medida é apenas atribuída ao 1.º ciclo”.

Também aprovada na reunião de câmara foi “a atribuição da ASE a mais quatro alunos do ensino pré-escolar e a dois alunos do 1.º ciclo”.

- PUB -

No total, a edilidade “assegura a todas as crianças do ensino público do pré-escolar e do 1.º ciclo o fornecimento de mais de um milhar de refeições escolares, de segunda a sexta-feira, que são confeccionadas nos refeitórios do Jardim de Infância do Samouco, do Centro Escolar de São Francisco e das escolas básicas da Restauração e do Valbom”.

Prioridade passa por “intervenção activa na nutrição” dos jovens

Uma das prioridades estabelecidas pela Câmara Municipal de Alcochete na área da saúde passa pela “intervenção activa na nutrição” das crianças e jovens do concelho, o que “motivou a contratação, em Agosto de 2020, de uma nutricionista”.

“Foram, assim, reforçadas as condições para que a alimentação escolar seja equilibrada e adequada às necessidades dos alunos, reduzindo desigualdades e proporcionando a todos, sem excepção, o acesso à melhor oferta alimentar possível”, garante o município, através da mesma nota.

Além disso, começaram também a ser elaboradas ementas vegetarianas, “devidamente planeadas, de forma a evitar carências e desequilíbrios nutricionais”.

Por acreditar “na escola enquanto lugar de igualdade e inclusão”, a autarquia deu ainda início “a um serviço de acompanhamento nutricional individualizado a todos os alunos que, por motivos clínicos, religiosos, éticos ou culturais, tenham a necessidade de uma alimentação diferenciada”.

Comentários

- PUB -

Mais populares

Jovem sequestrado e violado em casa de banho da estação de comboios de Coina

Rapaz de 16 anos foi abusado por homem de 43. Violador está agora em prisão preventiva

Cidade perde rede de agentes com chegada da Transportes Metropolitanos de Lisboa

Rede com mais de uma dezena de estabelecimentos, construída pelos TST, desfeita com chegada de nova transportadora, prejudicando utilizadores mais velhos

Jovem de 16 anos morre colhido por touro nas Festas da Moita

Vítima foi transportada em estado crítico para o Hospital do Barreiro, mas acabou por não resistir aos ferimentos
- PUB -