1 Dezembro 2022, Quinta-feira
- PUB -
InícioLocalAlcocheteFórum Cultural de Alcochete recebeu estreia do primeiro documentário português sobre depressão

Fórum Cultural de Alcochete recebeu estreia do primeiro documentário português sobre depressão

Exibição surge da campanha VAMOR FALAR, da autoria da Associação de Psicologia e Desenvolvimento Comunitário

 

- PUB -

No mês em que se assinala o Dia da Saúde Mental, o Fórum Cultural de Alcochete recebeu ontem, pelas 21h00, a estreia do primeiro documentário português sobre depressão, criado a partir da campanha nacional VAMOS FALAR, da autoria da Associação de Psicologia e Desenvolvimento Comunitário. A iniciativa, “apoiada pela Direcção-Geral da Saúde e alinhada com as directrizes do Programa Nacional da Saúde Mental”, pretende “reduzir o estigma através de medidas que promovam a educação em saúde mental”, explica a Câmara Municipal de Alcochete em comunicado.

O recente projecto “aposta maioritariamente na produção de conteúdos audiovisuais, pois considera que é a forma mais eficaz de veicular a mensagem e desta ser utilizada na sua função de ferramenta didáctica de educação para a saúde”. “É disso mesmo exemplo este filme documental, o primeiro produzido em Portugal sobre o tema da depressão”. Trata-se de um documentário de 20 minutos, que “parte de uma série de filmes documentais sobre saúde mental e que estão a ser produzidos por esta campanha, sendo um misto de informação e entretenimento, numa abordagem muito visual e dinâmica”.

Segundo a nota da autarquia, “mais de 40% da população portuguesa sofre, ao longo da sua vida, de alguma forma, de doença mental, incluindo depressão, ansiedade ou problemas com drogas ou com álcool”. Assim, a campanha surge “com a missão de ajudar a conhecer, compreender, proteger e a vigiar a saúde mental”. Após a sua exibição, desenvolveu-se no mesmo local “uma conversa aberta ao público sobre a mesma temática, na qual participaram Fernando Pinto, presidente da Câmara Municipal de Alcochete, um representante da Direcção-Geral da Saúde, Fábio Mateus, coordenador da campanha VAMOS FALAR e David Rebordão, realizador do documentário”.

Comentários

- PUB -

Mais populares

Jovem morre esfaqueado em cilada durante convívio 

Vitima, na casa dos 20 anos, era estudante e trabalhador na Autoeuropa

Acidente na A2 junto a Palmela faz um morto e dois feridos ligeiros

Colisão entre dois veículos ligeiros ocorreu ao quilómetro 24.9 da Autoestrada 2. Vítima mortal tinha 42 anos

Demolição de edifício obriga a encerrar troço da Estrada de Palmela

Operação na via pública acontece no troço compreendido entre a Praça Tratado de Roma e o acesso rodoviário ao estabelecimento de restauração McDonald’s.
- PUB -