29 Setembro 2022, Quinta-feira
- PUB -
InícioLocalAlcácer do SalALCÁCER DO SAL | Hervé Joseph Matias dá nome a rua na...

ALCÁCER DO SAL | Hervé Joseph Matias dá nome a rua na zona industrial

Autarquias reconhecem papel do empresário no concelho. Cerimónia de descerramento da placa com o nome do fundador da AMCOR está marcada ara o próximo dia 20

O empresário Hervé Joseph Matias, actual director da Amor Flexibilizes Neócoel – Embalagens Unipessoal, Lda – AF Lisboa, vai ter o nome de uma rua na Zona Industrial Ligeira de Alcácer do Sal, onde se encontra localizada a empresa com 55 trabalhadores. A cerimónia de descerramento da placa está agendada para o próximo dia 20, pelas 11h00, e irá contar com a presença do empresário.

- PUB -

A atribuição do topónimo foi proposta em colaboração com a União das Freguesias de Alcácer do Sal e, recorde-se, foi aprovada pelo executivo da Câmara Municipal de Alcácer do Sal na reunião de 3 de Agosto.

Hervé Joseph Matias, em 1996, envolveu-se, com três amigos e sócios, num projecto que viria a tornar-se o mais importante da sua vida – A Leaderpack – Embalagens Flexíveis, Lda. O projecto concretizou-se em Alcácer do Sal em 1997. “Além da criação de postos de trabalho directos, a empresa beneficia indirectamente outros postos de trabalho, o comércio local e as várias instituições locais, de solidariedade social, escolas e grupos desportivos onde se destaca o recente apoio na reabilitação do Centro Comunitário do bairro de S. João e Olival Queimado”, sublinha a autarquia.

Hervé Matias assumiu a liderança da empresa desde 2005 e, por influência pessoal, outras empresas “procuraram Alcácer do Sal para instalar novas indústrias e criar novos postos de trabalho”, lembra a edilidade.

- PUB -

A atribuição do topónimo reflecte o reconhecimento da Câmara Municipal de Alcácer do Sal e da União das Freguesias pelo trabalho do empresário bem como o papel da empresa na revitalização da economia do concelho e na criação de postos de trabalho.

Comentários

- PUB -

Mais populares

Transportes em Setúbal: “Isto não está mau. Está péssimo!”

Reuniões com a população expõem drama de grandes dimensões contado em testemunhos trágico-cómicos

Autoeuropa com legionella não pára produção nem avisa trabalhadores

Empresa diz que nenhuma pessoa foi infectada e que está a cumprir a lei

“Reunião” dos bombeiros acaba à chapada e ao pontapé com a PSP a ser chamada ao quartel [corrigida]

Demissões na direcção culminaram com agressões físicas entre bombeiros, entre directores, e entre bombeiros e dirigentes
- PUB -