19 Agosto 2022, Sexta-feira
- PUB -
InícioLocalCâmara de Santiago do Cacém reprova prorrogação da empreitada da Escola Básica...

Câmara de Santiago do Cacém reprova prorrogação da empreitada da Escola Básica de Ermidas

A Câmara de Santiago do Cacém reprovou, em reunião do executivo, a prorrogação do prazo para a conclusão da empreitada de ampliação e renovação da Escola Básica de Ermidas-Sado, solicitada pela CONSDEP.

- PUB -

O alargamento do prazo por mais 75 dias foi solicitado pela empresa CONSDEP à autarquia depois de ultrapassado o período previsto de 150 dias para a execução da empreitada. Na reunião, o executivo aprovou a prorrogação por mais trinta dias, prazo esse que, de acordo com o presidente da Câmara de Santiago do Cacém também já terá sido ultrapassado e que obriga a autarquia a aplicar coimas por incumprimento.

Não aprovamos a prorrogação do prazo que o empreiteiro queria, porque achamos que os 75 dias pedidos eram injustificados e aprovamos apenas 30 dias que entretanto já foram ‘comidos’, ou seja a partir de agora entra em incumprimento e, de acordo com a lei, começa a ter multas diárias”, adiantou Álvaro Beijinha.

Não vamos seguramente perdoar porque quem não cumpre os seus compromissos deve ser penalizado”, acrescentou o autarca.

- PUB -

A empreitada, cujo prazo de conclusão estava previsto para o mês de dezembro, arrancou em maio do ano passado e, segundo Álvaro Beijinha, o empreiteiro prevê agora concluir a obra em fevereiro de 2018.

Há uma das alas que já está praticamente terminada e que vai permitir que os miúdos que estão em duas salas, numa parte da escola, possam agora passar para a parte nova e se não houver uma vez mais falhas, vamos poder concretizar essa mudança durante o período de férias”, explicou o edil.

Os atrasos preocupam a autarquia e os pais dos cerca de 100 alunos das quatro turmas colocadas naquela escola que têm sido prejudicados com o arrastar da obra. “As condições estão longe de ser as ideais mas do ponto de vista da segurança estão salvaguardadas. O empreiteiro assumiu o compromisso que, em dezembro, a obra estava concluída para que no início de janeiro os alunos já estivessem todos colocados na escola,uma vez que há duas turmas que estão colocadas em salas do Centro Cultural e da Junta de Freguesia mas que não têm as condições adequadas e o empreiteiro não tem sido sensível a esta situação”, sublinhou.

- PUB -

No nosso entender, porque temos tido um Inverno pouco rigoroso, nada justifica que haja este atraso tão significativo”, concluiu.

A empreitada, um investimento total de 373.272,50 euros, prevê a reabilitação de todo o edifício, a construção de um refeitório, tratamento do espaço exterior e campo de jogos.

Helga Nobre

Comentários

Helga Nobre
Jornalista
- PUB -

Mais populares

Mulher morre em colisão entre dois veículos em Grândola

Uma colisão frontal entre dois veículos ligeiros na Estrada Nacional 261, no cruzamento do Carvalhal, provocou, esta tarde, um morto e dois feridos graves.

Ana Catarina Gonçalves: A grandolense que arriscou e conseguiu montar um ‘império’ na vertente das explicações

Com apenas 21 anos, começou a acompanhar algumas crianças por brincadeira. Hoje, passados cinco anos, emprega três dezenas de professores

Acidente de viação no Montijo provoca três mortos

Colisão frontal provocou a morte de dois homens, de 26 e 32 anos, e de uma mulher, de 24 anos
- PUB -