8 Dezembro 2021, Quarta-feira
- PUB -
InícioDossiê500 maiores 2017ETERMAR é empresa nacional melhor equipada para obras no mar

ETERMAR é empresa nacional melhor equipada para obras no mar

Empresa prevê encerrar ano com 45 milhões de volume de negócios

Fundada em 1968 pelo Engenheiro Pedro Barreto, a empresa completa 50 anos, com uma crescente actividade no estrangeiro

 

- PUB -

A ETERMAR – Engenharia e Construção, sediada em setúbal e com 50 anos de actividade na área da engenharia e desenvolvimento de projectos de grande complexidade em termos de obras portuária, assume-se como a empresa nacional melhor apetrechada em de equipamentos para obras marítimas.

No momento, as principais obras e projectos a que está dedicada sao o emissário submarino de Túnis, na Tunísia, com um comprimento de 6,3 quilómetros; o emissário submarino de Salé, em Marrocos; e a conclusão da ampliação do Hotel Galomar, na Madeira.

A administração refere um contexto em que, “embora se verifique um ligeiro aumento de obras a concurso, o valor das propostas continua a ser demasiado baixo, reflectindo uma concorrência pouco racional economicamente”. E que “vai ter reflexos na actividade num futuro próximo”.

- PUB -

Apesar das dificuldades do mercado interno, a ETERMAR prevê encerrar este ano com um volume de negócios na ordem dos 45 milhões de euros.

O desafio continua a ser a aposta na internacionalização, “através de projectos nas áreas onde somos reconhecidos, simultaneamente, entrar em outros mercados que necessitem engenharia especializada”.

Objectivos traçados tendo em conta o êxito alcançado nos projectos realizados em países e culturas tão diferentes como o caso da Argélia, Brasil, Cabo Verde, Guiné Equatorial, Malta, Marrocos, República Dominicana ou Tunísia.

- PUB -

“Uma demonstração de que a aposta feita na formação dos colaboradores, a adaptação da gestão dos diferentes sectores a novas exigências e o investimento em meios de equipamento de um modo muito criterioso adequando-o às novas necessidades, foram sem dúvida factores chave para que a ETERMAR seja hoje uma empresa internacional com reconhecida competência”, afirma a administração.

Em 1968 a ETERMAR iniciou a sua actividade em Setúbal com a construção de um edifício de 11 pisos, para habitação, no centro da cidade. Dois anos depois a direcção decidiu tirar partido da experiência dos seus técnicos fundadores na área das obras portuárias, dando deste modo início à actividade no domínio das obras marítimas. Desde então a ETERMAR participou nas obras marítimas “mais exigentes realizadas em Portugal”.

Em 1985, com uma acção pioneira, participou na construção dos primeiros emissários submarinos: Carvoeiro (1989), Baleeira (1989), Sagres (1990), Espinho (1992). E, em paralelo, executou o projeto de construção dos primeiros recifes artificiais em Portugal, na Costa Algarvia, em 1990.

A partir de 1997 a ETERMAR executa diversos projectos na área da hidráulica agrícola. Neste sector dos regadios agrícolas desenvolve e executa projectos inovadores em Trás-os-Montes e no Alqueva, de onde se destacam as redes de rega, barragens de aterro zonado, canais trapezoidais e túneis hidráulicos.

No final da década de 1990 inicia uma nova actividade na área do transporte por cabo, com a construção dos primeiros teleféricos na Ilha da Madeira: o teleférico da Rocha do Navio, em 1998 e o teleférico do Funchal, em 2000.

O modelo de gestão sólido e a competência dos seus quadros técnicos, associados a um conjunto de equipamentos marítimos próprios, permitiu, a internacionalização em 2006. Época em que a empresa ganhou os primeiros concursos internacionais, entre os quais se destacam os emissários submarinos de Tanger e Tetouan, em Marrocos e a construção do primeiro cais na Guiné Equatorial. Seguindo-se o Porto de Oran e as tomadas de água para a dessalinizadora de Fouka na Argélia.

Em 2010 a ETERMAR iniciou a década apostando no aumento do capital social de 15 para 25 milhões de euros, por incorporação de reservas, permitindo à empresa melhorar os seus índices financeiros e competitividade no mercado internacional.

Voltar às 500 Maiores Empresas

[Fancy_Facebook_Comments language="pt_PT"]
- PUB -

Mais populares

Tribunal reconhece direito de retenção de casas a famílias de Azeitão após falência de cooperativa

Decisão reconhece que famílias têm os seus créditos "garantidos" e "reconhecidos" pelos montantes que já pagaram, e que, como “consumidores” e por "tradição", têm...

Caso de gripe das aves detectado em Palmela

A DGAV lembrou que não existem evidências de que a gripe aviária seja transmitida para os humanos através do consumo de alimentos, como carne de aves de capoeira ou ovos

Águas de Moura subiu ao segundo lugar da tabela classificativa

Dos três da frente ninguém conseguiu ganhar e quem tirou partido disso foi a equipa orientada por Gonçalo Cruz que é agora vice-líder da competição.
- PUB -