27 Junho 2022, Segunda-feira
- PUB -
InícioDossiê20 Setubalenses 20 Artistas20 Setubalenses, 20 Artistas. Rita Sales “Também eu serei contadora da minha...

20 Setubalenses, 20 Artistas. Rita Sales “Também eu serei contadora da minha estória”

A actriz e contadora de estórias revela momentos marcantes da sua carreira e o desafio de aceitar “coisas novas”

 

- PUB -

“A Rita e a actriz numa só imagem”, assim conta Rita Sales a história da contadora de estórias no projecto “20 Setubalenses 20 Artistas”.

A imagem revela uma Rita Sales, actriz, curiosa, flexível e com paixão por aprender sempre mais aprender. “Sim, esta sou eu, a aceitar o desafio das coisas novas”, afirma.

Sobre o que esta imagem diz do seu percurso Rita Sales revela uma profissional “curiosa, flexível e que gosta de aprender. Aceitar o desafio de experimentar coisas novas”.

- PUB -

Para Rita Sales trabalhar como actriz está longe de ser um percurso difícil. “Foi e é, acima de tudo, um caminho feliz”. Por isso revela-se “habitualmente segura, de que este é o caminho certo”.

 

“Devemos fazer aquilo que gostamos”

- PUB -

 

Há 23 anos em palco, actriz independente, contadora de estórias e professora de Arte, Rita Sales defende que, “em todas as profissões há altos e baixos, coisas que se gostam mais e outras menos. Importante é fazermos o que gostamos”.

Quanto aos momentos mais marcantes da sua carreira, a actriz recorda “os primeiros passos”, quando ainda era difícil apresentar-se em público. “Depois vieram os caminhos da formação de actores, os amigos e companheiros de viagem artística que sempre me apoiaram e ajudaram a crescer. E, num momento mais recente, o percurso como artista independente”.

Uma emancipação onde reinam projectos a solo, nos quais se destaca a face da ‘contadora de estórias’, que percorre o país desde o norte ao sul e até às ilhas, “em contacto com Câmaras e escolas, embora não esteja a trabalhar a tempo inteiro numa só organização”.

A autonomização artística foi, no entanto, “um passo de grande peso”, na sua carreira e vida, revela Rita Sales. “Algo que tem permitido criar laços e estabelecer parcerias com outros colegas”.

Neste mundo da contadora de estórias, Rita prepara um novo desafio para a população sénior. “Um momento em que todos são convidados a partilhar as suas estórias. E também eu contarei a minha. Momentos, aliás onde podem ser contadores de estórias através de jogos e interacções uns com os outros”, revela.

 

Era uma vez Setúbal…

 

Sobre Setúbal, Rita conta a estória. “Era uma vez… Uma cidade onde acontecem muitos e variados projectos artísticos, com artistas que nasceram em Setúbal, outros que aqui vivem e outros que vêm de fora. E assim se faz Setúbal na Cultura”.

Fora da estória, em “nota de rodapé”, Rita Sales deixa ainda um apontamento. “Neste momento não estou a trabalhar com Setúbal. Quem faz a programação cultural conhece o meu trabalho, recebe as propostas como os outros municípios, mas não tem havido oportunidade. São momentos, sendo também importante dar oportunidade a outros artistas”.

 

Fotografia Alex Gaspar

Comentários

- PUB -

Mais populares

“Queremos ser uma das maiores potências desportivas do distrito de Setúbal”

Tiago Fernandes, presidente do Juventude Sarilhense

Avó e mãe de Jéssica cantaram em programa da TVI enquanto menina estava sequestrada

Família materna da vítima marcou presença em caravana de “Uma Canção Para Ti” na véspera da morte da criança

Menina de três anos morre em caso suspeito de maus tratos pela ama

Criança apresentava ferimentos na boca e nariz e hematomas no corpo. Ama disse que tinha caído de uma cadeira no dia anterior
- PUB -