1 Outubro 2022, Sábado
- PUB -
InícioDossiê167º aniversárioMarco Palma: Gosto de vencer na Europa alimenta sonho de crescer campeão

Marco Palma: Gosto de vencer na Europa alimenta sonho de crescer campeão

Desde os 5 anos que pratica Taekwondo e continua apaixonado. Não conhece limites que o impeçam de voltar a conquistar títulos europeus

 

- PUB -

Marco Palma, de 14 anos, é um jovem desportista apaixonado por Taekwondo. Aos 5 anos abriu portas à modalidade que veio para ficar. “Comecei a gostar de Taekwondo quando o Mestre foi à minha escola. Deu umas aulas experimentais, eu gostei e entrei”, explica o jovem. “Eu já estive em três [espaços], que foi no Pinhal de Frades, depois os Redondos e aqui”, refere.

É no pavilhão Portugal Cultural e Recreio que Marco treina actualmente e continua a dar o seu melhor, mesmo que às vezes não seja fácil. “Há dias em que tudo corre bem e há outros em que o dia não correu bem e aqui também não corre”, confessa. A chegada à competição teve origem nas palavras de uma pessoa importante para o desportista, o actual Mestre Abílio Costa. Com confiança de que era possível, Marco acabou por aceitar entrar nesse mundo, enfrentando desde então os possíveis obstáculos e superando-os todos os dias.

Com a responsabilidade de terminar os estudos com sucesso é normal que nem sempre a conciliação dos dois mundos seja fácil. O jovem adolescente confessa que “houve uma vez que não consegui, estava demasiado nervoso e frustrado com isto e pensei em desistir, só que dei uma semana de descanso e a partir daí continuei sempre”. A paixão por Taekwondo falou mais alto.

- PUB -

O apoio dos pais tem uma grande importância na vida do atleta que lhes deixa um especial agradecimento por reconhecer vivamente o seu apoio desde o início da prática da modalidade. Ausentes em competições no estrangeiro devido à profissão, mas sempre presentes no coração e pensamento do filho. O passo em frente no percurso de desportista suscitou dificuldades. “No início senti a barriga a mexer, as mãos a tremer, mas depois ao longo do tempo foi passando. Foi um bocado difícil, na minha altura a competição era muito alta, era muito complicado ganhar”.

Uma força jovem e promissora

Marco vê no Taekwondo respeito e esforço. É optimista e não deixa que lhe seja tirado o valor que tem, admitindo que “eu penso sempre que não existem limites para mim”. Acrescenta ainda que antes das competições “na minha cabeça vai sempre que eu quero ganhar e vou para me divertir, mas sobretudo para ganhar”.

- PUB -

A autoconfiança reflecte-se nas vitórias que tanto o orgulham a si como aos pais, ao mestre e a todos os que nunca deixaram de acreditar nas suas capacidades. Com o reforço de horário e frequência de treinos perto das competições e com dedicação à “condição física, parte técnica e força”, o esforço é recompensado com a alegria de poder dizer que venceu. Campeão da Europa em Pares Mistos escalão Cadete e Vice-campeão da Europa Individual Cadete Masculino, no 15º Campeonato da Europa de Poomsae, em 2021. Vencedor dos Campeonatos de Portugal 2022 nas categorias de juniores masculino e em Pares Mistos Juniores. Campeão da Europa de Clubes 2018 em Infantis Individual Masculino e em Pares Mistos Infantis.

São vitórias que já ninguém tira a Marco e são reflexo do trabalho árduo e da força de vontade em querer ser melhor. O atleta diz ser “difícil explicar, senti que estava noutro mundo, não esperava”, em relação ao momento em que soube que era digno desses títulos. Apesar das dificuldades sentidas, como o equilíbrio e a flexibilidade que, por vezes, tornam o processo complicado, explica que todas as suas vitórias significam que continua a ser o melhor, sendo precisamente esse o futuro que vê para o seu percurso, “continuar a ser um campeão”. É o mestre Abílio Costa a pessoa identificada como a maior motivação do jovem atleta no seu percurso de estrelato desportivo. “Quando vejo o meu mestre penso que ele me pode ensinar tudo e é aí que eu me foco e fi co motivado”, confessa Marco. É também a ele que deixa seu o último agradecimento especial, admitindo que “sem eu ter treinado com ele não estaria aqui”.

 

Marco Palma à queima-roupa

Idade 14 anos

Naturalidade Lisboa

Residência Fernão Ferro, Seixal

Modalidade Taekwondo

Tem vontade de continuar a competir e espera somar vitórias às que já tem. É grato a quem o apoia e não deixa de acreditar nas suas capacidades

Comentários

- PUB -

Mais populares

Transportes em Setúbal: “Isto não está mau. Está péssimo!”

Reuniões com a população expõem drama de grandes dimensões contado em testemunhos trágico-cómicos

Alsa Todi não verá mais um cêntimo de Palmela se não cumprir o contrato

Município está indisponível para continuar a financiar o sistema e reclama à TML a aplicação de penalidades à operadora

Bombeira grávida de sete meses diz-se ‘injustamente dispensada’ de serviço

Autoridade para as Condições do Trabalho esteve no quartel da associação
- PUB -