19 Junho 2024, Quarta-feira

- PUB -
“Temos que acreditar em nós próprios e correr com as bruxas que nos rodeiam”

“Temos que acreditar em nós próprios e correr com as bruxas que nos rodeiam”

“Temos que acreditar em nós próprios e correr com as bruxas que nos rodeiam”

Direcção confia plenamente no plantel que tem bons jogadores, uma equipa técnica de qualidade e boas condições de trabalho.

 

 

- PUB -

O Charneca de Caparica Futebol Clube não está de forma nenhuma a ter um início de época positivo. Nas quatro jornadas realizadas a equipa obteve um empate e averbou três derrotas seguindo na tabela classificativa integrado no grupo dos últimos classificados com apenas um ponto conquistado no Campeonato Distrital da 1.ª Divisão.

 

Na primeira jornada sofreu uma pesada derrota (4-0) na Moita, na segunda foi derrotado no Cassapo (1-2) pelo Banheirense, na terceira foi empatar a Alfarim (2-2) e no último domingo acabou por ser surpreendido em casa (2-3), desta vez pelo Lagameças, que ao intervalo já vencia por 3-1.

- PUB -

 

A equipa comandada por Ricardo Aires tem jogadores de qualidade mas os resultados continuam a não aparecer e isso vai causando alguns motivos de preocupação, entretanto desvalorizada pelo presidente da direcção José Manuel Santos que fala mesmo em falta de sorte e em bruxas.   

 

- PUB -

 

A equipa de futebol sénior encontra-se no grupo dos últimos classificados com apenas um ponto. Está preocupado com a situação?

O Charneca de Caparica está a passar por uma crise de resultados menos bons. É evidente que isso me preocupa, esta situação já vem do final da época anterior, mas não estamos em último, se terminasse agora não descíamos de divisão.

 

Quais as causas principais para que isto esteja a acontecer?

Não vejo qualquer motivo aparente para que tal aconteça. Não fomos inferiores a qualquer equipa que defrontámos, falta de sorte e pequenos “pormenores” têm feito a diferença, há que trabalhar a parte psicológica dos atletas mas também é necessário sorte, dá trabalho e nós trabalhamos, mas ainda não a encontramos.

 

Acredita ser possível dar a volta a esta fase menos boa que está a acontecer?

É claro que sim. Temos tudo para dar a volta, confio plenamente neste plantel, porque temos jogadores e equipa técnica com qualidade e boas condições de trabalho. Só temos que acreditar em nós próprios e correr com as “bruxas” que nos rodeiam.

 

 

 A poucos dias do início do campeonato o treinador dos juniores resolveu sair. Ficou surpreendido com a atitude?

Era uma equipa técnica na qual acreditava para conseguir os objectivos traçados, e de um momento para o outro, a poucos dias do início do campeonato demitiu-se. Surpreenderam-nos a todos, mas depressa resolvemos a questão ao contratar um treinador campeão da época anterior e com qualidade, mantendo-se os mesmos objectivos para este escalão.

 

Recentemente o clube emitiu um comunicado sobre jogadores que andam a treinar noutros clubes, sem autorização. É usual isto acontecer?

Os atletas têm de perceber que quando se inicia a época e assinam pelo clube, têm que ter compromisso, significa que contamos com eles, depois são assediados por outros clubes e vão lá treinar sem o nosso consentimento, isso é grave, pois quando termina a época são livres de escolher a equipa em que querem jogar, e não depois de se comprometerem, deixamos de ter outros atletas para ficar com eles, é só isso.

 

Quais são as perspectivas para esta época?

Mantemos os mesmos objectivos, procurando subir uma equipa de formação aos Campeonatos Nacionais. Se não conseguirmos iremos continuar sempre com a nossa luta, em busca dos objectivos traçados.

 

Há algo mais que queira acrescentar?

Sim, quero dirigir-me aos sócios e adeptos do Charneca de Caparica Futebol Clube e apelar para que continuem a apoiar a equipa neste momento menos bom. Vamos dar a volta, pois todos juntos somos mais fortes.

Partilhe esta notícia
- PUB -

Notícias Relacionadas

- PUB -
- PUB -