23 Maio 2024, Quinta-feira

- PUB -
Líder Vitória focado em ganhar ao Serpa para aumentar distância para perseguidores

Líder Vitória focado em ganhar ao Serpa para aumentar distância para perseguidores

Líder Vitória focado em ganhar ao Serpa para aumentar distância para perseguidores

Sadinos querem capitalizar jornada em que Moncarapachense (2.º) e Louletano (3.º) se defrontam

 

 

- PUB -

A equipa principal de futebol do Vitória quer no domingo (15:00 horas), dia em que defronta no Bonfim o Serpa, dar mais um passo rumo à conquista do 1.º lugar da série D do Campeonato de Portugal. O objectivo do líder passa por conquistar os três pontos na partida da 17.ª jornada da prova de forma a capitalizarem o confronto que vai opor no mesmo dia Moncarapachense (2.º) e Louletano (3.º), perseguidores que somam menos quatro e oito pontos na tabela, respectivamente.

O treinador José Pedro está confiante, mas alerta para a necessidade de concentração máxima da sua equipa frente a um adversário que vem a Setúbal depois de ter somado três triunfos consecutivos. “É mais um jogo com alto grau de dificuldade. Queremos e vamos procurar dar o nosso melhor para obtermos mais uma vitória. Estamos muitos confiantes na vitória”, disse à ‘Players of Future’, empresa de consultoria e gestão desportiva que o representa.

Em relação à luta pelo regresso à Liga 3, o timoneiro dos sadinos é célere a responder quando questionado sobre se essa meta está mais próxima depois do êxito na ronda anterior em Moncarapacho. “Naturalmente. Desde o início que dizemos qual o nosso objectivo, não temos dúvidas em relação a isso, sabendo, no entanto, que não vai ser fácil e que pelo caminho teremos de procurar sempre dar uma boa resposta”.

- PUB -

José Pedro sublinha que o 1-0 registado no domingo graças ao golo de António Montez é reflexo do trabalho realizado pelos seus jogadores. “Mais uma vez, tenho de salientar o excelente trabalho da equipa. Os jogadores que entraram ajudaram-nos e essa tem sido uma das nossas chaves para neste momento estarmos em primeiro lugar”, afirmou, vincando que o “plantel foi construído a olhar também nesse sentido”.

Decisivos para a conquista dos três pontos foi a falange de apoio que ´se deslocou de Setúbal até ao Algarve. “Uma palavra também para esta brilhante plateia que nos veio apoiar e para os jogadores que são os responsáveis por isto estar a acontecer. Mais uma vez, os vitorianos disseram presente em Moncarapacho. Esta vitória também é deles, são um apoio extraordinário”.

Numa análise ao encontro de domingo, José Pedro considera que “a vitória no final acaba por ser justa”, mas não esqueceu as dificuldades que enfrentaram. “Sabíamos que ia ser um jogo difícil devido ao piso sintético, às dimensões do campo e pela qualidade do próprio adversário, que jogava em sua casa”, começou por dizer, não hesitando em afirmar que houve duas partes distintas.

- PUB -

“Na primeira parte, o Moncarapachense esteve melhor e na segunda estivemos nós por cima. Isso deveu-se ao facto de termos rectificado ao intervalo o que não estava a ser tão bem feito. A segunda parte foi muito bem conseguida. Fomos à procura da sorte e fomos felizes já na parte final do encontro num belíssimo golo em resultado do gesto técnico do António Montez”.

 

António Montez: “Continuar a trabalhar para alcançar objectivo”

 

Na ronda anterior, o médio António Montez foi o herói dos sadinos ao assinar o único golo do encontro à passagem dos 90+5 minutos, tento que aumentou para 28 os golos sadinos na prova, número que confere o estatuto de equipa mais concretizadora da competição. O jogador, de 22 anos, que chegou a Setúbal no início da temporada proveniente da BSAD, não escondeu a satisfação por ter sido o autor do golo.

“Tive a felicidade de marcar o golo no final que nos deu uma vitória merecida. Fomos a equipa que mostrou que mais queria ganhar. Agora resta-nos continuar para alcançarmos o nosso objectivo”, disse o jogador antes da recepção ao Serpa, actual 12.º classificado (17 pontos), que somou nove pontos nas três jornadas anteriores (1-0 ao Juventude de Évora, 0-3 ao Oriental e, no passado domingo, 1-0 ao Fabril).

Numa análise ao confronto do Vitória na partida anterior em Moncarapacho, António Montez partilha da opinião do treinador José Pedro de que foi um duelo com duas partes distintas. “Foi um jogo muito complicado em que tivemos de nos adaptar ao piso sintético. O Moncarapachense está em 2.º lugar e tem bons jogadores, O jogo foi muito dividido em que fomos superiores na segunda parte e o adversário, se calhar, fê-lo na primeira”.

Partilhe esta notícia
- PUB -

Notícias Relacionadas

- PUB -
- PUB -